Somos seres gregários e isso nos leva a viver em comunhão. Sentimo-nos mais fortes quando em coletividade. Temos essa necessidade de que alguém nos testemunhe tanto os momentos felizes quanto nossas aflições e angústias.
A felicidade é um sentimento que não diminui quando dividido, muito pelo contrário, quanto mais a espalharmos, mais ela cresce e se multiplica.

Atualmente muitas pessoas escolhem viver sozinhas, por medo de se decepcionarem ou por outros motivos. A escolha é sempre nossa, e não nos cabe qualquer julgamento, mas a realidade é que o outro é como se fosse um espelho, onde vemos refletida nossa própria imagem.

Como afirma o próprio Paulo Coelho: quando o pôr-do-sol ou outros acontecimentos simples começarem a perder a graça, vá em busca de amor. E isso exige humildade, paciência e compreensão.
É claro que somos seres completos, e que essa busca pelo outro não seja para complementar, mas para ampliar aquilo que já somos. Citando ainda Antoine de Saint Exupéry: “Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares e se eu te cativar… Ambos precisaremos um do outro.

COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS