O momento que identificamos aquele “nervoso”, o estômago revirando, é melhor parar por alguns instantes e respirar… Respirar é um ato tão mecânico que o fazemos e nem percebemos.

Quando respiramos de maneira consciente, nossa mente nos traz para o momento presente, e neste momento é tudo que precisamos, pois a ansiedade é justamente isso: aquele ponto de interrogações com relação ao futuro.

Pense o seguinte: há alguma coisa que se possa fazer para melhorar essa situação, se a resposta for positiva, faça. Faça e esqueça. Se for negativa, reconheça seus limites e esqueça da mesma forma. Não carregue o peso dessa dor no coração, nem se impressione com ela.

Colocamos nossa felicidade em acontecimentos e situações futuras que nem sequer sabemos se nos trará a tão sonhada realização, com isso perdemos os melhores momentos que estão acontecendo “aqui e agora” . A vida acontece no presente. Não no passado e nem no futuro, sendo que o primeiro em excesso é a causa da depressão, já o segundo é a causa da ansiedade.

Como tudo na vida tem dois lados, o positivo e o negativo, observe. Pegue essa ansiedade do encontro com aquela pessoa, da realização deste ou daquele projeto, do futuro casamento ou formatura, e o transforme em motivação para ir realizando o que estiver ao seu alcance, um pouquinho todos os dias. Tenha calma e espere. Faça sua parte e a resposta virá com certeza.

COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS