O proprietário da barbearia The Fuller Cut,Ryan Griffin, achou “seu jeito” de incentivar a leitura. O estabelecimento fica na cidade de Ypsilanti, Michigan, nos Estados Unidos.

Há um tempo ele criou uma nova modalidade de descontos. A criança que corta cabelo em sua barbearia ganha o desconto de dois dólares se concordar em ler um livro infantil em voz alta.

Segundo Ryan, “Os pais adoram e as crianças … bem, elas gostam de ganhar os dois dólares de volta”. Os professores também elogiaram, afirma.

Esse conceito de barbearia já é comum em vários cidades americanas, como em Dubuque (Iowa), Houston (Texas) e Columbus (Ohio).

Conforme afirma o site OTIMUNDO, Ryan é pai de três crianças e começou a levar para a barbearia livros que estavam encostados na sua casa e que a ideia foi abraçada por toda comunidade. A barbearia ganha novos clientes que ouviram falar do programa todos os dias. Existem livros de todos os tipos, pois a barbearia atende diferentes comunidades. O legal é que as crianças mais velhas doam para a barbearia alguns de seus livros. Hoje, a barbearia-livraria possui entre 75 e 100 títulos rotativos.

As crianças mais velhas, aliás, inspiram as mais novas a ler enquanto cortam o cabelo. Isso é motivo de muita felicidade para Griffin: “Porque quando uma criança pensa que é legal ler, isso é um presente”. Griffin também monitora o progresso das crianças que participam do programa. Por exemplo, se uma criança não termina de ler um livro específico, na próxima vez que ela for cortar o cabelo, ela tem que pegar o livro que estava lendo na última vez para terminar a leitura. Ele diz que isso ajuda a ver se a leitura da criança está melhorando.

FONTEOtimundo
COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS