O menino marrom é o grande protagonista desta história e através da sua amizade com o menino cor-de-rosa, é descrita uma linda trajetória de ensinamentos e lições. Ziraldo expõe de forma bem poética o crescimento de dois meninos: um é negro e o outro branco.

Eles vão crescendo a partir do desenrolar do enredo, com isso surgem os primeiros questionamentos sobre as diferenças entre eles.

Os meninos tornam-se adolescentes e entendem que, o sentimento de amizade existente entre ambos, possibilita uma comunhão em suas vidas. No livro o conceito de preto e branco é desmistificado, a partir da explicação do processo que origina as cores.

As características do menino negro são interpretadas pelo seu amigo cor-de-rosa como algo muito natural.

 

 

A amizade é o argumento que Ziraldo utiliza para dizer através do livro, que não podemos ser inimigos de alguém tão somente pela cor da sua pele. O menino marrom é destacado como o companheiro que faz o amigo cor-de-rosa ter uma visão democrática sobre a vida.

O crescimento dos meninos no decorrer da história, proporciona uma bonita reflexão sobre a importância de manter as amizades de longa data. O tempo vai passando e os amigos seguem trajetórias diferentes, porém a amizade os coloca em uma sintonia contínua.

Ler “O menino marrom” possibilita uma reflexão sobre a harmonia que podemos estabelecer com tudo o que é diferente de nós.

 

FONTEObviousmag.org
COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS