Simplesmente está. Está em algum lugar agora se perguntando exatamente cadê aquela pessoa com as mesmas características que as suas e está emanando para o universo os mesmos gatilhos para criar um caminho que chegue até você.

A verdade é que sempre buscaremos algo ou, principalmente, alguém que nos faça sentir complementados – eu odeio a ideia de que uma pessoa precisa da outra para ser completa, isso não existe, um amor só chega para complementar.

Trata-se daquela vontade de encontrar um parceiro que atenda nossas expectativas e queira dividir os melhores momentos juntos. Logicamente, os piores também! Aquele parceiro que vai segurar suas mãos e vai olhá-lo(a) nos olhos e, sem dizer nada, passar a mensagem de que está tudo bem. Você tem alguém ali.

Pode ser que você tenha passado por vários relacionamentos já ao longo de sua vida e, meu amigo, se não deu certo é justamente porque aquela pessoa não era o que você procurava e quem o estava procurando.

Acredito, sim, que casais possam dar um tempo longe e, depois de mais maduros e decididos, reatarem e viverem bem por um longo período. Acredito que essas pessoas são somadoras energéticas umas das outras e, por algum motivo, apenas se desconectaram temporariamente, mas, continuaram a se encontrar na luz dos olhos um do outro, fazendo com que, no fim, tudo desse certo.

Quando encontramos aquela pessoa que procuramos, temos profundamente a certeza de que ela também estava nos procurando.

Tem gente que chama de “alma gêmea”, “metade da laranja”, “tampa da panela” e por aí vai… Eu prefiro acreditar que são duas pessoas designadas a estarem e evoluírem juntas, apenas. Cada qual em sua plenitude, alcançando a mesma evolução pelos caminhos do amor, da cumplicidade e da compaixão.

É engraçado que, por mais que a vida separe essas pessoas por um tempo, elas sempre darão um jeito de se reencontrar, de estar perto, de ter notícias. A gente sente aquele ímpeto de mandar uma mensagem e olhar nos olhos.

Quem o procura pode estar do outro lado do mundo, essa pessoa vai dar um jeito de estar junto. Afinal, para estar junto não precisa estar perto.

A grande verdade para mim é exatamente essa: o que você procura está procurando por você também. E pode realmente ser que você ainda não tenha encontrado. Eis uma explicação para tantas dores e decepções! Mas uma hora você encontra e será um encontro de almas tremendo!

É tudo questão de energia. Já parou pra pensar o quanto de gente interessante tem vontade de estar contigo, ao passo que você não se sente nem um pouco atraído por nenhuma dessas pessoas? Sério, desde que fiquei solteiro eu ouvi pessoas dizendo “finalmente chegou minha vez de tentar conquistá-lo, estava esperando no banco de reservas”. E o meu interesse para essas pessoas foi praticamente zero. Tudo isso acontece porque simplesmente não eram as pessoas que eu estava procurando e, indo mais além, nem eu sou o que eles procuram. Às vezes, a pura carência faz com que enxerguemos no outro aquilo que não existe.

Enfim… quando não rola legal, quando algo não satisfaz, quando tem aquela pulga atrás da orelha ou uma vozinha no fundo da mente dizendo “não se entrega” é porque realmente não é a pessoa correta.

Isso não quer dizer que essa gente não é boa o suficiente; como falei, é só questão de energia mesmo.
Quem você procura está procurando por você… e uma hora vai entrar na sua vida e pegá-lo de surpresa, virando seu mundo de cabeça pra baixo. Será a sensação mais gostosa do mundo!

Por isso, meu amigo, não desanime de amar, de viver, de sair e ver pessoas. Não generalize uma decepção como se todos os outros relacionamentos fossem desembocar no mesmo fim.

Saia, vá ver gente, vá sorrir, movimentar-se pelo seu caminho. Talvez você não precise nem fazer esforço para procurar e vai acabar sendo encontrado. Mas aí já é uma outra teoria…

FONTEO Segredo
COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS