A ONU – BR divulgou sua agenda para gerir um país sustentável, através de 17 planos de ação, para 2030. O primeiro deles: erradicar a pobreza. Não foi a toa que foi colocado em primeiro lugar. A pobreza é o reflexo da ineficácia do nosso país em atender às necessidades humanas dos que aqui nascem e vivem.

Quando pensamos naquilo que presenciamos no nosso dia a dia e que nos incomoda, rapidamente vemos que qualquer que seja o problema, ou ele é derivado da pobreza, ou ele gera mais pobreza.  Se reclamamos dos flanelinhas nos semáforos, dos assaltantes de bolsas em calçadas e dos mendigos que dormem nas calçadas, sabemos que esses cenários existem por causa da pobreza. Se pensamos na corrupção do governo que desvia dinheiro público, seja metrô, merenda ou o que for, sabemos que os que precisam não serão atendidos como merecem.

É claro que não podemos raciocinar de forma simplista. A pobreza nunca está isolada. Junto com ela estão ao menos a educação, a fome e a saúde, coisas fundamentais para uma vida minimamente digna. E na falta delas, nossos conterrâneos são impedidos de sonhar. E enquanto humanos sabemos que o sonhar com uma vida melhor é o nosso melhor combustível… E na falta dos sonhos, resolvem as “paradas” do dia a dia da forma mais imediatista que conseguem e pronto.

O conjunto de plano de ações da ONU envolve além da erradicação da pobreza, a erradicação da fome e da desigualdade de gênero. Prevê um mínimo equilíbrio eficaz  e produtivo para agricultura, saúde, educação e saneamento para todos. E promoverá sustentabilidade na nossa terra como um todo.

COMO UM TODO. Porque como já cantamos há tempos o que Arnaldo Antunes escreveu, “a gente não quer só comida. A gente quer comida, educação e arte…”. E assim vamos sonhando desde já por aqueles que ainda não conseguem sonhar. Porque sonhar é bom, faz bem e é condição intrínseca para sermos humanos.

ONU-BR eu sonho com você, por um Brasil melhor. Vamos à luta!

imagem: http://vivamaisverde.com.br/tag/brasil/

 

COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS