O Brasil está bem representado em um dos museus mais importantes dos Estados Unidos e do hemisfério norte.

Abriu nessa semana, no Art Institute of Chicago, uma exposição solo da artista plástica brasileira Tarsila do Amaral (1886–1973).

“Tarsila do Amaral: Inventing Modern Art in Brazil”, que vai até 7 de janeiro de 2018, traz 120 pinturas, desenhos e documentos históricos de Tarsila.

Entre os quadros expostos, está Abaporu, seu trabalho mais famoso. Ele faz parte da coleção do Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires.

É a primeira vez que Tarsila do Amaral ganha uma exposição solo em um grande museu da América do Norte.

Para os curadores do museu de Chicago, a ideia é fazer com que o público americano conheça uma grande artista modernista, até então pouco falada para além das fronteiras brasileiras.

“Tarsila foi uma figura central no desenvolvimento da arte moderna brasileira, e sua influência reverbera pelo século 20 e pelo século 21. Apesar de ser relativamente pouco conhecida fora da América Latina, suas pinturas e desenhos refletem a ambição de sintetizar os movimentos de avant-garde da época e criar uma arte moderna original para sua terra natal”, diz o museu.

A exposição divide a vida artística de Tarsila em períodos: sua estada em Paris, onde conheceu os movimentos de ponta do modernismo e artistas como Fernand Léger e Constantin Brancusi; depois, suas viagens ao Rio de Janeiro e às cidades coloniais de Minas Gerais; também, sua relação vital com Mário de Andrade e Oswald de Andrade.

COMING SOON—Discover one of the 20th century's most influential artists in “Tarsila do Amaral: Inventing Modern Art in Brazil.”Opening October 8—http://bit.ly/2hvZ48Y

Posted by The Art Institute of Chicago on Monday, October 2, 2017

 

FONTEGuilherme Dearo
COMPARTILHAR
A Grande Arte De Ser Feliz

Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.


COMENTÁRIOS