O Doutor Augusto Cury é categórico quando o assunto é relacionamentos: não basta amar, é preciso amar com inteligência. Até mesmo casais que se gostam muito podem traumatizar um ao outro e por isso muitos relacionamentos acabam. Para o seu relacionamento durar bastante e ser ainda mais feliz, espia esses 4 conselhos muito úteis:

Silêncio proativo

Segundo o Doutor Augusto Cury, quando o seu companheiro(a) perde a razão em uma discussão e fala coisas desagradáveis, o mais inteligente não é rebater as ofensas e sim usar o que ele chama de silêncio proativo: Em silencio você não compra as críticas que o seu companheiro(a) faz e se recusa a entrar em uma discussão improdutiva.

Muitas vezes é mais útil fazer uma pausa para a pessoa se acalmar e tentar retornar a conversa com uma abordagem mais amigável. Afinal, o importante não é ter razão, mas sim resolver os problemas.

Esqueça a idéia de tentar mudar o seu amor

A melhor maneira de transformar uma pessoa teimosa e difícil em super teimosa e super difícil é com essas técnicas: elevar o tom de voz, fazer comparações, chantagens emocionais, críticas excessivas e usar os velhos sermões.

– Tem pessoas que não são religiosas mas são especialistas em sermões. Quando elas abrem a boca o parceiro(a) e até os filhos já sabem tudo que vem pela frente e se fecham, disse Augusto Cury

Nós podemos contribuir com os outros mas não muda-los, só eles podem se mudar. Então, aceite o seu amor como ele é e busque contribuir para sua melhora.

Elogie

Para impactar nas pessoas nós precisamos ser simpáticos, distribuindo sorrisos, elogios e cumprimentos. No amor isso não é diferente:

– Todos os dias os casais deveriam se elogiar. Fazer o outro se sentir bem realça o romance, disse ou Doutor.

Então, promova quem você ama!

As pessoas em geral, para tentar ajudar, apontam falhas e constrangem quem gostam. A maneira mais inteligente para ajudar alguém é apontar o que a pessoa fez de correto, não o que fez de errado.

Quando você crítica, você magoa.

Quando você elogia, o outro vai tentar corresponder aos seus elogios e proteger sua boa reputação, perpetuando boas ações.

Não espere que o seu companheiro(a) corresponda todas as suas expectativas

– Tem pessoas que dizem: Dr Cury, eu casei com um pessoa difícil. Eu falo: não se preocupe, ela também, contou o Doutor

Só o desejo de que o parceiro corresponda as nossas expectativas já cria um clima horrível, a relação se torna um inferno. E acabamos asfixiando quem amamos.

Lembre-se que nós também não devemos corresponder todas as milhares de expectativas dos nossos parceiros (a).

Quem exige menos recebe muito mais!

RECOMENDAMOS



Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.