Uma semana depois de levar a Argentina ao tricampeonato mundial no Qatar após 36 anos de jejum (a última conquista tinha sido no México, em 1986), Lionel Messi pode receber uma homenagem reservada à pouquíssimas pessoas de seu país natal.

De acordo com a imprensa argentina, o Banco Central do país poderia imprimir uma nota especial – de 1.000 pesos, – com o rosto do ídolo.

Uma fonte ouvida pelo jornal El Financiero, a instituição estaria ansiosa para comemorar a vitória histórica da seleção no país árabe, e vem trabalhando em ideias desde antes da épica vitória por pênaltis por 4 a 2 na final sobre a França.

Leia tambémMenina que vende cremosinho e entrega mensagens bíblicas ganha vaquinha para ajudar família

Desde então, os modelos da nota de 1.000 pesos em discussão se tornaram virais – com fãs ansiosos para vê-la entrar em circulação.

Enquanto o rosto sorridente de Messi aparece em um lado da nota, o apelido da atual geração, ‘La Scaloneta’, aparece no verso.

O termo se tornou sinônimo desse grupo desde que Lionel Scaloni sucedeu Jorge Sampaoli em 2018.

Sob o reinado de Scaloni, a Argentina conquistou a Copa América de 2021, a primeira Finalíssima no Estádio de Wembley e a Copa do Mundo da FIFA de 2022.

Se o alto comitê do banco continuar com seu plano de liberar a nota – que eles acreditam que se tornaria altamente colecionável para civis argentinos – não seria sua primeira aventura de cruzar moeda com a seleção nacional.

Eles já emitiram moedas comemorativas quando a Argentina venceu sua primeira Copa do Mundo em 1978.

Também foram produzidas moedas comemorativas do 50º aniversário da morte de Eva Perón, ex-primeira-dama da Argentina.

Atualmente, Messi está aproveitando um tempo de inatividade em sua casa em Rosario, onde foi cercado por centenas de torcedores entusiasmados em seu retorno na terça-feira.

Messi marcou duas vezes na final de domingo, que viu a Argentina primeiro perder a vantagem de 2 a 0, antes de perder a vantagem de 3 a 2 na prorrogação. Eles venceram por 4 a 2 na disputa de pênaltis.

Ele foi nomeado Jogador do Torneio e voltará ao Paris Saint-Germain no ano novo ansioso para adicionar a Liga dos Campeões à sua incrível temporada 2022-23.

Leia tambémPelé tem piora em seu tratamento contra o câncer e passará o Natal internado, informa hospital

Fonte: GiveMeSport

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS



Gabriel tem 24 anos, mora em Belo Horizonte e trabalha com redação desde 2017. De lá pra cá, já escreveu em blogs de astronomia, mídia positiva, direito, viagens, animais e até moda, com mais de 10 mil textos assinados até aqui.