Pesquisa publicada na Journal of Neuroscience aponta: “O consumo do resveratrol, antioxidante presente no vinho, pode melhorar a qualidade da memória de curto prazo” Como assim? Vamos entender melhor como funciona.

Alguns posts atrás no texto Vinho + Exercícios Físicos vimos a ação do reveratrol como um excelente aliado as atividades físicas, além de atuar como coadjuvante na prevenção do mal de Alzheimer, o resveratrol ajuda também a resolver problemas cardiovasculares, pulmonares, funciona como complemento contra o câncer, a obesidade, o diabetes, o colesterol alto e, inclusive, aumenta a saúde mental. Hoje novamente esse componente químico volta ao nosso blog.

O resveratrol é um polifenol que pode ser encontrado principalmente nas sementes de uva, na película das uvas pretas e no vinho tinto. Também pode ser encontrada na pele do amendoim. É vendido em forma de suplemento alimentar, preparado a partir da secagem natural da pele e das sementes de uva roxa e raízes de outras plantas.

De acordo com o novo estudo publicado pela revista Journal of Neuroscience, o resveratrol pode ajudar a melhorar a memória. Segundo a pesquisa conduzida na Charité University, em Berlim, o consumo de suplementos à base de antioxidante encontrado no vinho, trás melhora significativa em curto prazo.

A pesquisadora Veronica Witte afirma que “O estudo é o primeiro a mostrar uma ligação entre o composto de vinho tinto e a memória dos adultos com sobrepeso” onde os efeitos do resveratrol foram analisados em 46 voluntários com sobrepeso. Os voluntários fizeram exames de sangue e seus cérebros foram escaneados. Passaram por um teste de memória antes do início da pesquisa e outro após seis meses da realização.

Metade dos voluntários recebeu um placebo, a outra metade recebeu uma dose de 200 mg de resveratrol por dia. Os que ingeriram o antioxidante, apresentaram um aumento nas conexões do cérebro com as áreas responsáveis pela memória, além de uma melhora em sua memória de curto prazo. Por sua vez, sugere-se que o metabolismo do açúcar pode estar ligado às conectividades do cérebro e à memória, já que os exames de sangue dos voluntários que consumiram mais resveratrol, apresentaram uma redução de nível de açúcar no sangue.

Mais uma vez o vinho rodeado de benefícios a saúde. Aproveite mais essa novidade e beba com moderação. Sua memória agradece.

Com informações de Revista AdegaMelhor com Saúde.

FONTEObra prima importadora
COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.