Por Elaine Takahata

No Reino Unido, a pequena Vanellope Hope Wilkins nasceu com o coração fora do corpo. Em poucas semanas de vida, ela já passou por 3 cirurgias.

A condição rara, chama-se ectopia cordis e consiste em uma malformação congênita na qual o bebê não possui o esterno, osso que compõe a caixa torácica e ajuda a proteger o coração. Três semanas após seu nascimento e superando todas as expectativas dos médicos, a menina se recupera bem das cirurgias feitas para alocar o coração dentro do tórax. No futuro, os médicos planejam colocar alguma proteção óssea interna, ou algo usando impressão 3D ou mesmo algo orgânico que poderia crescer com ela, para que possa proteger seu coração.

Quando Vanellope tinha apenas alguns centímetros dentro do útero, os médicos diagnosticaram o problema que afeta oito em cada um milhão de nascimentos.

Foi um verdadeiro choque, “Quando o ultrassom mostrou seu coração fora do peito. Deu muito medo, porque não sabíamos o que aconteceria. Ouvi seu coração bater com apenas nove semanas de gestação, não importava onde. De certa forma, sua força me ajudou a seguir em frente.”, disse a mãe, Naomi Findlay, de 31 anos, à rede britânica BBC.

No momento da cesariana, cerca de 50 profissionais participaram na sala de cirurgia, incluindo obstetras, cirurgiões cardíacos, anestesistas, neonatologistas e parteiras.

FONTEIPC digital
COMPARTILHAR

A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.

COMENTÁRIOS