A 8 quilômetros da fronteira da Dakota do Sul no remoto norte do estado de Nebraska, Estados Unidos, se encontra Monowi.

Prefeito deixa a carteira e seus documentos para trás e vai para a rua. Por quê? A resposta vai te impressionar!

Dentro de um edifício branco e com a pintura descascando, Elsie Eiler, de 84 anos, está abrindo garrafas de cerveja para alguns clientes sob um letreiro que diz: “Bem-vindo à mundialmente famosa Taberna Monowi, onde se serve a cerveja mais gelada da cidade!”.

Quando o esposo de Eiler, Rudy, faleceu em 2004, ele não deixou apenas a taberna para ela comandar, mas sim toda a cidade. Hoje, segundo o censo do país, Monowi é o único lugar com apenas um morador, e Eiler é a prefeita, a secretária, a tesoureira, a bibliotecária, a barman e a única pessoa que fica na menor cidade dos Estados Unidos.

A vida de Eiler como a única moradora de uma cidade-fantasma é muito curiosa. Todos os anos, ela pendura um aviso no único negócio de Monowi (seu bar) anunciando eleições para prefeito e depois vota nela mesma. Ela é obrigada a apresentar um plano municipal todos os anos para arrecadar fundos estatais, depois arrecada anualmente por volta de $500 dólares em impostos para manter os três faróis da cidade piscando e a água fluindo.

“Quando solicito ao Estado minhas licenças para vender álcool e tabaco a cada ano, elas são enviadas à secretária da cidade, que sou eu. Então, as recebo como secretária, as assino como empregada e as entrego a mim mesma como a dona do bar.”

Na década de 1930, Monowi era um ponto de parada da estrada de ferro de Elkhorn e lar para 150 pessoas, com lojas, restaurantes e até uma prisão. Eiler cresceu em uma fazenda e conheceu Rudy no ensino fundamental.

Aos 19 anos, eles se casaram e tiveram seus dois filhos. Quando Rudy teve a ideia de restaurar a antiga taberna que havia pertencido ao pai de Eiler, ela disse “Por mim, tudo bem”, e o casal abriu seu negócio em 1971.

No entanto, no momento que a taberna reabriu, Monowi já tinha começado a fechar. À medida que as condições da agricultura pioravam e as economias rurais colapsavam depois da Segunda Guerra Mundial, comunidades inteiras no país começavam a desaparecer.

Em 1980, a população da cidade havia diminuído para 18. Vinte anos depois, os únicos dois habitantes de Monowi, Rudy e Eiler, trabalhavam na taberna. Hoje, Monowi é uma das três cidades incluídas no condado de Boyd, Nebraska, que têm menos de 10 habitantes.

#monowi#population1#nebraska

A post shared by Nan Dong (@yamapnan) on

Felizmente Eiler nunca está sozinha, pois os turistas regularmente visitam sua cidade e ela tem vários amigos em locais próximos que não param de visitá-la.

FONTEBBC
COMPARTILHAR

A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.

COMENTÁRIOS