A pequena cambojana, Bo Rakching, apenas sonha em ser operada e ter seu “rosto bonito”.

Aos 10 anos, a pequena Bo Rakching parece uma mulher mais velha. Devido a um distúrbio médico que tornou sua vida mais difícil, além de expô-la a diferentes momentos de provocações e incômodos, sua pele facial é muito flácida e fraca, o que a faz parecer uma senhora de muitas décadas de vida. Mas afinal, o que ela tem?

A garotinha nasceu na cidade de Phnomh, no Camboja. E de acordo com o Daily Mail , ela tem um desenvolvimento corporal adequado à sua idade . Apesar do problema existente, ela tem a mesma altura do seu irmão Chea (11 anos), ou seja, apresenta o distúrbio somente na face.

Devido a sua aparência rara, recebeu muitas críticas e virou piadas entre as outras crianças, comportamento que ainda não afetaram seu desempenho escolar, porque ela tem as melhores notas da classe. Mas seu rosto envelhecido afetou sua autoestima.

As crenças da família inicialmente o fizeram acreditar que essa condição se devia a “ela estar pagando o mau karma de uma vida passada” , como disseram os monges budistas à mãe.

E embora sua família seja considerada tradicionalmente budista, eles recentemente procuraram uma opinião médica na cidade, onde certamente lhe disseram que a menina tem uma doença estranha chamada: Cutis Laxa, fazendo com que os afetados percam a elasticidade na pele, principalmente no rosto, braços, pernas e tronco .

Esta é uma doença muito rara, que ocorre em uma pessoa entre um milhão em todo o mundo . E ainda não há clareza se fatores ambientais influenciam sua incidência. Portanto, a família iniciou uma campanha na mídia para encontrar uma clínica na Europa ou nos Estados Unidos para ajudar o pequeno Bo a tratar essa doença.

“Eu quero ter meu rosto bonito. Quero fazer uma cirurgia para que as outras crianças parem de me chamar de ‘velha’. Muitos deles sempre zombam de mim (…) Em toda a minha família, incluindo irmãos, sou a única pessoa com um rosto que parece velho. Todo mundo tem rostos jovens. Meus irmãos não me chamam de irmã, eles me chamam de ‘avó’

– disse Bo ao Daily Mail .

Apoio do Governo

O governo cambojano se colocaram a disposição, e estão abertos a pagar pelo tratamento da menina no exterior. O que exigiria os esforços coordenados de uma equipe de especialistas, composta por pediatras, cirurgiões e dermatologistas. Outra opção é a cirurgia plástica, mas diz-se que, embora os resultados sejam geralmente bons, com o tempo a pele fica frouxa e relaxada novamente .

Traduzido do site UPSCOL

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.