Aos 97 anos, ela desfrutou do momento em que recebeu o diploma com mais emoção e alegria do que muitos jovens. Uma lição de vida, com toda a certeza.

Margaret Thome Bekema, 97 anos, nunca se formou no Grand Rapids Catholic Central High em 1936 como deveria. Em vez disso, em 1932, ela acabou sendo forçada a deixar a escola para cuidar de seus irmãos e de sua mãe que estava doente com câncer. Infelizmente, esse tipo de história era completamente comum no mundo, seja no Brasil ou em outros países. No entanto, graças a um parente distante, Bekema recebeu recentemente um diploma honorário, 79 anos depois de se formar.

“Agradeço do fundo do meu coração”, disse Bekema a Mlive. “Eu tive que sair da escola para cuidar da família. Foi difícil, você não tem ideia do quão difícil isso foi. Eu adorava o ensino médio e tinha muitos amigos.” O diretor, Greg Deja, acrescentou: “Sua vida tem sido de sacrifício e serviço. Tem sido muito encorajador e inspirador para a nossa comunidade, porque suas decisões representam todos os valores fundamentais que ensinamos aos nossos alunos.”

Caíram várias lágrimas aqui.

Via: A Soma de Todos os Afetos

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.