O Óleo de Girassol é rico em vitamina E, o que favorece especialmente a pele, protegendo-a do envelhecimento acelerado. Diretamente aplicado na epiderme, ainda contribui para sua hidratação.

Estes motivos já seriam suficientes para inserir o produto ou, no caso de quem já aproveita suas vantagens, continuar investindo nele no dia a dia, certo? Mas os benefícios não param por aí.

Hoje, você vai descobrir mais segredos desse óleo secular leve, de aroma delicado e cor clara, famoso por seu poder de embelezamento e saúde. Vamos lá!

Para começar, o tal poder antioxidante que tanto bem faz à cútis, é também responsável pela proteção das células como um todo, além de contribuir para o bom funcionamento do organismo ao ajudar na síntese de hormônios importantes.

Combater problemas degenerativos, o descontrole do colesterol e melhorar a saúde do coração e dos vasos sanguíneos estão na lista dos pontos positivos do Óleo de Girassol.

Mas, é preciso lembrar: apesar das vantagens, trata-se de uma fonte de gordura, ou seja, traz calorias – que deve ser consumida de maneira equilibrada. O recomendado é acrescentar duas colheres de sopa de Óleo de Girassol à refeição salgada (já pronta) de sua preferência.

Tem mais! Quando as sementes de girassol são prensadas a frio, as propriedades delas são mantidas. Por essa razão, é importante dar preferência ao óleo orgânico.

Sem presença de gorduras saturadas em sua composição, o óleo extraído da semente de girassol é fonte abundante de ácidos graxos ômega 6, isto é, é uma das opções mais saudáveis no preparo de alimentos. Só não pode ser aquecido.

Se for submetido ao calor intenso, sofre modificações moleculares que podem favorecer o surgimento de doenças, inclusive o câncer. Por isso, não é indicado como substituto do óleo de cozinha comum.

Saiba como tirar proveito do Óleo de Girassol

Quer manter seus cabelos dignos de capa de revista? O Óleo de Girassol usado nos fios é uma boa forma de hidratar e deixar as madeixas saudáveis e brilhantes.

Combater a acne é outra função atribuída ao óleo, pois ele contém carotenoides e ceras que proporcionam proteção extra. Neste caso, o produto serve para limpar o rosto diariamente, embebido em algodão e levado à face toda antes de aplicar o hidratante habitual.

Para reforçar o efeito hidratante do Óleo de Girassol, ele pode ser combinado com o óleo de semente de mamona. Basta misturar partes iguais dos dois e usá-la no rosto ou corpo todos os dias.

Ah! Mas atenção: cada caso (e problema) de pele deve ser avaliado por um profissional capacitado antes de submeter o local a qualquer tratamento. Afinal, trata-se de um óleo, e dependendo do quadro de acne, ele pode piorar a situação.

Se estiver tudo ok, uma receita caseira para conquistar uma pele suave é usar o Óleo de Girassol por todo o corpo no final do banho.

Depois de passar o produto, aproveite o vapor da água quente por aproximadamente 3 minutos; faça uma massagem suave e, em seguida, tome uma ducha de água fria por 1 minuto. Deixe as curvas secarem naturalmente, e pronto!

Como é extremamente rico em vitamina E, o Óleo de Girassol é considerado melhor que a manteiga de karité e o óleo de amêndoas quando a ideia dar aquele trato na pele. Usado com regularidade, ajuda ainda na prevenção de danos consequentes da luz ultravioleta (UVA).

Esse lado “protetor natural” do líquido também é resultado da presença das vitaminas A, C e D.

Estudos revelam que o óleo pode ser usado para cuidar da pele dos recém-nascidos prematuros, mais susceptível a infecções.

E tem mais! O óleo obtido da semente de girassol traz o ácido linoleico, favorecendo não somente a pele, como, também, o sistema endócrino; previne a formação de cicatrizes e minimiza o aspecto das rugas. Ou seja, um aliado de primeira da saúde e da aparência.

Aproveite! E até breve com mais informações sobre óleos poderosos.

FONTEÓleos para tudo
COMPARTILHAR

A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.

COMENTÁRIOS