Segundo a irmã de Elisangela Tinem, vítima que perdeu a vida na virada do ano em Praia Grande, no litoral sul de São Paulo, foi um trauma a cena da irmã sendo atingida: “Foi a pior cena de toda a nossa vida. Não conseguimos tirar essa cena da nossa cabeça”.

Tamiris relatou o que sentiu ao ver que o rojão se prendeu à roupa que a irmã usava e explodiu.

Os familiares estavam reunidos na praia e assistiam à queima de fogos, iniciada à meia noite. Todos estavam lado a lado, quando viram o clarão se aproximando. O rojão veio na direção de Elisangela e se prendeu ao seu vestido.

A vítima ainda bateu a mão na roupa, para tentar desprender o artefato, mas não conseguiu. Um primo teria tentado se aproximar para ajudá-la, mas o rojão explodiu e jogou todos para longe.

“Foi um clarão enorme e um barulho extremamente alto, e, quando a fumaça abaixou, vimos minha irmã caindo no chão de braços abertos, já sem vida. O rojão estourou no corpo dela e vimos tudo. Ela já caiu sem vida, tudo isso foi em questão de segundos, não conseguimos nem tivemos tempo de fazer nada, nem ela mesma teve a chance de se salvar”, contou a irmã.

Elisangela era a mais velha de quatro irmãs e deixou dois filhos, João Victor, de 18 anos, e Vinicius, de 13. A mulher sofreu lesões internas e externas, de acordo com a Polícia Civil do município. Ao atingir os órgãos, a explosão provocou hemorragias internas. Do lado externo, segundo os agentes, parte de um dos braços, perto do ombro, ficou com a estrutura óssea à mostra.

“Para nós, que somos da família, ela era como uma segunda mãe, sempre fez de tudo por nós desde a infância, e pelos filhos dela também. Ela dava de tudo, fazia de tudo. Não temos nem palavras para expressar o tamanho da dor que a falta dela está fazendo”, lamenta a irmã.

Tamiris conta dos planos que fazia, juntamente com a sua irmã: “sempre nos falava que 2023 seria um ótimo ano para a gente. Ela estava muito feliz no emprego, estava feliz pelo momento em que os meninos estavam, tinha acabado de arrumar toda a casinha. Ela não merecia isso”.

No vídeo abaixo, site UOL, temos outro ângulo da explosão:

Fonte: R7

RECOMENDAMOS



Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.