Existe algo mais belo e altruísta que a atitude dessa médica?

Uma vez por semana Talisson e Vanessa recebem medicação por meio de uma bomba de infusão, o procedimento é de extrema importância para evitar que a doença avance. Ambos têm mucopolissacaridose, e precisam de tratamento constante. A doença compromete ossos e articulações, vias respiratórias, sistema cardiovascular e funções cognitivas.

Aflita com as saúde das crianças nessa pandemia, Márcia Novaes, um verdadeiro anjo em forma de pediatra, foi atrás e conseguiu autorização da direção para tirá-los do ambiente hospitalar durante o procedimento.

Ela conseguiu… e a sala da própria casa se tornou um espaço seguro para o tratamento. Os jovens são monitorados por enfermeiro, e contam com balões de oxigênio e bombas de infusão. Tudo bem pensado para o tratamento correto.

Márcia mora a 100 metros do hospital, o que facilitaria fácil remoção em caso de urgência.

Todas as quartas ou quintas-feiras por volta das 7h, ela recebe os dois em casa para que todo o procedimento seja feito cuidadosamente por ela e fora de risco de contaminação.
Ela os recebe com um café da manhã… liga a televisão e as crianças escolhem o que querem assistir. 

“Dia desse eu vi a Vanessa sorrir pela primeira vez. Ela assistia um desenho animado. Fiquei emocionada de ver um rosto tão sofrido se iluminando. Já o Talisson prefere ouvir música.”

Após o almoço, por volta das 14 horas a van da prefeitura os leva pra casa. E a pediatra retorna para sua rotina no hospital.

“No pronto-socorro eles ficavam sozinhos, era um ambiente mais protegido. Com a mudança, eles teriam que atravessar o hospital e ficar na mesma área com crianças doentes. Fiquei com medo. São muito frágeis e não resistiram à infecção pelo coronavírus”, disse a pediatra.

Abençoada essa mulher!!

Com informações do site: Folha de São Paulo

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.