A pequena Lily Wilder, de 4 anos, fez uma descoberta incrível durante um passeio com o pai e o cachorro deles na praia de South Wales, no Reino Unido, em janeiro deste ano.

Não muito distante da orla, a menina percebeu algo que chamou sua atenção: uma enorme pegada impressa em uma pedra!

Leia também: Após 25 anos de procura, menino reencontra sua família na Índia através do Google Earth

Em entrevista à NBC News, Sally Wilder, a mãe de Lily, comentou sobre o momento da descoberta: “Eu estava em uma rocha baixa, na altura dos ombros de Lily, e ela apenas olhou para ela e disse: ‘Olha, pai’”.

Quando o pai de Lily viu a pegada, ele pensou que algum artista poderia tê-la esculpido na rocha, mas Sally tinha ouvido falar que outras pessoas haviam encontrado pegadas semelhantes naquela praia, então ele decidiu postar algumas fotos nas redes sociais.

Em uma entrevista ao Wales Online Sally comentou sobre isso: “Eu encontrei uma página de identificação de fósseis no Facebook e postei lá e as pessoas enlouqueceram.”

A descoberta de Lily surpreendeu tanto amadores quanto paleontólogos, já que a pegada que mede 10 cm está em perfeitas condições de conservação e remonta a 220 milhões de anos atrás!

A família Wilder foi posteriormente contatada pelo Museu Nacional de Gales para indagar sobre o local exato da descoberta, e paleontólogos trouxeram a rocha com a impressão para o museu, onde fizeram vários testes para obter mais informações sobre ela.

E, de acordo com especialistas, o dinossauro que deixou a pegada provavelmente estava andando sobre suas duas patas traseiras e tinha cerca de 75 centímetros (29,5 polegadas) de altura e 2,5 metros de comprimento.

Leia também: Cão pit bull sorri para fotos ao descobrir que foi adotado em canil público

Embora tenham esclarecido que é impossível identificar exatamente que tipo de dinossauro era, em outras ocasiões eles descreveram esse tipo de pegada como um Grallator.

Além disso, os cientistas galeses mencionaram que a descoberta da menina é “a melhor impressão de uma pegada de dinossauro de 215 milhões de anos encontrada na Grã-Bretanha na última década”.


A família de Lily disse à NBC News que sua filha está encantada com a descoberta: “Ela está realmente muito animada, mas não entende totalmente como isso é incrível.” No entanto, sua descoberta o deixou muito curioso sobre os dinossauros e agora ele se diverte aprendendo com brinquedos de diferentes tipos de dinossauros. Além disso, a mãe de Lily mencionou que espera que o museu coloque o nome de sua filha na descoberta, para que as gerações subsequentes de sua família possam ver a pegada impressionante.

Fonte: Nation

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS