Não dá para negar que este Papa é especial. Ele fala e a mensagem chega ao coração. Fala de um jeito simples e direto e nunca é por acaso. É um homem de atitude. Um homem de carisma. Um homem de palavras verdadeiras. Ou parece ser. O tempo dirá. Mas fato é que a sua palavra, até agora, está marcada por uma mensagem profunda, direta, moderna e…simples!

Em certa ocasião falando de José, o guardião. Do José que protegeu e confiou, mesmo quando nada entendeu. E a partir de uma passagem bíblica trouxe um lindo ensinamento:

Acompanhe a linda mensagem de Francisco:

“(…)É proteger as pessoas, cuidar carinhosamente de todas elas e de cada uma, especialmente das crianças, dos idosos, daqueles que são mais frágeis e que muitas vezes estão na periferia do nosso coração.

É cuidar uns dos outros na família: os esposos guardam-se reciprocamente, depois, como pais, cuidam dos filhos, e com o passar do tempo, os próprios filhos tornam-se guardiões dos pais.

É viver com sinceridade as amizades, que são um mútuo guardar-se no bem. Quando o homem falha nessa responsabilidade o coração fica ressequido.

Devemos também cuidar de nós mesmos. O ódio, a inveja, o orgulho sujam a vida; então, guardar quer dizer vigiar seus sentimentos, nosso coração, porque é dele que saem as boas intenções e as más. Nos Evangelhos, São José aparece como um homem forte, corajoso, trabalhador, mas, em seu íntimo, sobressai uma grande ternura, que não é virtude dos fracos, antes, pelo contrário, denota fortaleza de ânimo e capacidade de solitude, de compaixão, de verdadeira abertura ao outro, do amor. Não devemos ter medo da bondade, da ternura.”

– Papa Francisco

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.