Por site Aleteia

Em outubro de 2017, a Aleteia publicou um artigo em que ecoava um alerta da Arquidiocese de Paris sobre a necessidade urgente de uma ampla restauração da Catedral de Notre-Dame. Segundo a arquidiocese, o governo francês alegou que não tinha condições de financiar as obras de restauração. A arquidiocese fazia desde então uma campanha para arrecadar fundos e fazia obras de restauração segundo suas próprias possibilidades.

Leia o artigo:

A Catedral de Notre-Dame – a igreja gótica do século XII construída em uma ilha do rio Sena e visitada por mais de 14 milhões de pessoas por ano – está em apuros.

Depois de sobreviver à Revolução Francesa e duas guerras mundiais, Notre-Dame enfrenta a maior ameaça à sua existência. De acordo com a revista Time, a ação do tempo, a poluição e alguns trabalhos de restauração de baixa qualidade feitos no século XIX deixaram a catedral em péssimo estado e precisando urgentemente de reparos.

“A poluição é o maior culpado”, disse Philippe Villeneuve, arquiteto-chefe de monumentos históricos da França, à Time. “Precisamos substituir as pedras arruinadas e as juntas por materiais tradicionais”, acrescentou Villeneuve.

Quando ficou claro que a catedral precisava de muitos reparos, o governo francês alegou que não estava preparado para financiar as obras. Por isso, a Arquidiocese de Paris criou uma campanha para arrecadar os 100 milhões de dólares necessários para salvar o templo.

Entre os problemas que afligem a Notre-Dame estão os pináculos, as gárgulas e os vitrais. Mas a preocupação maior é com a estrutura que sustenta os contrafortes.

De acordo com o site da campanha, “o pior estado é o das pedras dos contrafortes. Se um desses pilares estruturais falhar por causa das pedras danificadas, as consequências seriam desastrosas”.

Faça um tour em 360 graus para conhecer mais desta relíquia gótica ver o que pode ser salvo na Notre-Dame:

FONTEAleteia
COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.