Bem sabemos que o nascimento de um bebê é um momento de grande impacto na vida de uma família. Muitas emoções se juntam e trazem, muitas vezes, situações inusitadas. Foi o que ocorreu a um casal mineiro na última semana. O pai se confundiu na hora de preencher os documentos para o registro de nascimento da sua nova herdeira e a registrou com o mesmo nome da filha mais velha, de 3 anos de idade.

Em entrevista ao R7, a mãe das crianças, a escritora Carol Christo, contou ao R7 que soube da confusão por telefone. O marido, escultor Armando Bianchetti, ligou assim que percebeu o erro cometido:

— Ele me ligou de um lugar muito barulhento e mal dava para escutá-lo. Ele só me disse: “Carol, eu escrevi o nome errado. Agora a gente tem duas Ninas”.

Ao chegar em casa, Bianchetti detalhou a história para a esposa e a reação que teve ao descobrir a falha. Carol Christo filmou o momento da explicação e divulgou em uma rede social. O relato caiu nas graças dos internautas.

— Em vez de colocar Mia Chisto Bianchetti, eu coloquei Nina Chisto Bianchetti. Eles imprimiram e a moça pediu para eu conferir o nome que estava Nina. Eu falei: “Nina? Não! Eu escrevi isso?”. Ela respondeu que sim. A confusão foi tão grande que ele havia registrado que a filha nasceu em 1922.

Leia também: Gatinho ajuda seu jovem dono a superar depressão: ‘Preenche minha solidão’Confira o momento da revelação do marido:

Felizmente, ao retornar ao cartório foi possível, sem burocracia, corrigir o erro.

Será uma bonita história que os pais irão contar para Mia quando ela crescer. Ela, com certeza, achará o máximo! Parabém ao casal pela chegada da pequenina e muita felicidade, paz e luz a todos!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.