Por Rana Vitória

Tem gente que tem cheiro de cafuné. Ao lado delas, a gente se sente em casa. Recebendo um buquê de carinhos. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração não passa só pelo corpo.

Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Costumo dizer que algumas almas são perfumadas. Acredito que os sentimentos também têm cheiro e tocam todas as coisas com os seus dedos (Ana Jácomo). Perto dessas pessoas a nossa fala encontra reciprocidade, e a gente se abre sem reservas mesmo sem entender porque. Ao lado delas nossa dúvida encontra alívio e nosso medo encontra abrigo.

Com elas o assunto não falta e perto delas nosso riso é mais solto e o choro não tem receio de brotar. Perto delas somos mais autênticos, e a vida ganha mais coerência e lucidez. Essas pessoas nos transmitem paz sem que nenhuma palavra seja dita. Silenciam nossa alma com cuidado e plantam sementes de otimismo em nosso coração. Gente que abraça a gente só com sua presença, amansando nosso desconforto (Fabíola Simões).

Como é bom encontrar essa gente que abraça por dentro. Gente que abraça e te reinicia (Rana Vitória). Desejo que você encontre pelo menos uma pessoa assim. Alguém que lhe tire do lugar comum e lhe comova de um jeito especial. Que ao pensar nela, seu coração sorria e sua alma sinta estar sendo acariciada.

E que você possa ser essa pessoa também. Que em algum lugar, em algum momento, alguém pense em você e se sinta dessa mesma maneira (Fabíola Simões).

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.