Um agradecimento a aqueles que estiveram ao lado nas situações boas e nas ruins, a aqueles que sempre nos fizeram dar um sorriso, que conhecem as nossas luzes e as nossas sombras, e que apesar de tudo permanecem.

Um agradecimento porque são eles que representam esses valores que hoje em dia são tão raros, refletindo o ponto em que o interesse se liberta do egoísmo e se torna sincero e autêntico.

Eles são essas pessoas que não jogam na cara o que dói lembrar, que nos ajudam a recuperar o ânimo e que nos procuram com seus olhares incansáveis para encontrar a nossa cumplicidade.

São aqueles que nos perdoam a falta de pontualidade nas suas vidas, e que nos esperam do outro lado na hora do sacrifício, do desafio, do trabalho sem fim e do cansaço. Graças a sua confiança seremos capazes de percorrer caminhos que ainda julgamos impossíveis.

As pessoas que permanecem ao nosso lado, as pessoas de que gostamos

O destino coloca muitas pessoas na nossa vida, mas apenas algumas delas permanecem. Não é preciso que seja fisicamente, pode ser que estejamos a milhares de quilômetros e que os desígnios da vida nos afastem; contudo, há pessoas com as quais temos um vínculo especial que não pode ser quebrado.

São essas pessoas de aço inesquecível, nossas pessoas “lar”. Aquelas às quais sempre podemos recorrer, as que nos dão abraços que agasalham a alma e expandem o calor dos corpos.

A elas nos une um vínculo sincero que nos cura e não nos fere. Costumam ser pessoas que sabem assumir as consequências das suas ações, que nos presenteiam os seus sorrisos sempre que podem e que nos oferecem as suas mãos sem exigir nada em troca.

Todas elas merecem o nosso reconhecimento porque, apesar de tudo e de todos, nunca nos abandonaram. Por mais ingrata que tenha sido a nossa companhia, elas sempre permaneceram, se esforçando de forma genuína para que entendêssemos que tínhamos um ombro sobre o qual chorar ou, ao menos, nos apoiar.

Há muitas formas de dizer “você não está sozinho” e elas sabem todas. Com elas compreendemos que há sentimentos que o nosso sorriso não consegue esconder e que um “estou bem” não é suficiente para lhes fazer crer que tudo corre suavemente.

Não é que as pessoas que permanecem sejam adivinhas, e sim que guardam no seu interior algo muito fundamental no amor: a compreensão que o carinho oferece. O oxigênio em toda a sua essência.

Existem relacionamentos que têm um ar psicológico

Existem vínculos que não afogam, que não exigem, que não intoxicam. São aqueles que nos permitem respirar e que nos encorajam a nos comprometermos com a felicidade. Nos fazem sentir vitalmente ativos e valorizar o que é autêntico.

Digamos que há conexões vão mais além das pessoas, que reforçam nossos pilares e nos oferecem oxigênio puro. Assim, sem que as palavras ardam nem as censuras ressoem entre as nossas paredes, da sua mão somos capazes de entender o caminho das nossas emoções.

Que sorte é ter este tipo de pessoa ao lado e como, às vezes, somos tão pouco gratos a elas. Muitas vezes deixamos que o tempo passe e que os momentos juntos desapareçam.

Não permita que isto aconteça e aproveite cada dia das pessoas que o acompanham neste caminho que às vezes é tão duro. Lembre-se de quem são as pessoas que o fazem dar a volta por cima, ter perspectiva, respirar e contar até três.
Quando você tiver isso claro, não se demore e agradeça sem duvidar do seu carisma e da sua postura incondicional.

FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR

A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.

COMENTÁRIOS