Apesar da educação ser um direito universal, ela nem sempre é de fácil alcance para todo mundo. Algumas pessoas vivem em lugares muito afastados e ir para a escola acaba tornando-se uma verdadeira aventura, como é o caso do garoto chinês de 8 anos, que andou mais de 4 quilômetros em um frio congelante de 9 graus negativos, com neve, para fazer uma prova.

Quando ele chegou na escola, seu cabelo estava coberto pela neve e sua mão toda machucada por causa do frio, Quando o diretor da escola, Fu Heng, viu o menino, ficou chocado e sensibilizado, afinal, ele deveria poder ir para a escola de transporte público ou escolar e não ter que passar por isso. Inconformado pela injustiça, ele tirou uma foto e fez uma postagem pedindo ajuda para que as pessoas doassem o que pudessem, para que o menino pudesse comprar roupas mais quentes e um aquecedor para sua casa.

A Internet acabou apelidando o garoto de “Ice Boy” e em pouco tempo a escola recebeu mais de 15 mil dólares em doações, 20 aquecedores e mais de 144 roupas de inverno.

O diretor da escola primária diz que constantemente se impressiona com a atitude positiva do garoto em relação à vida, já que mesmo vivendo em uma situação de extrema pobreza e tendo que caminhar quase 10 quilômetros todos os dias para estudar, é a criança mais engraçada da sala de aula e faz piadas constantemente com os seus colegas de classe. Ele ainda afirma que a escola procura o ajudar o máximo que pode, oferecendo seu café da manhã todos os dias, mas que depois das doações vão conseguir fazer mais pelo menino

A escola onde o menino estuda

Ele e sua irmã, na casa onde vivem com a avó

O caminho nada fácil que ele faz todos os dias para ir à escola

O garoto em sua casa

FONTERazões para acreditar
COMPARTILHAR

A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.

COMENTÁRIOS