“Meu tio não foi à escola, então estou ensinando ele a escrever, e ele escreveu os nomes dos netos pela primeira vez”, disse Kennya Ramos, sobrinha de Felipe Lira, um idoso que vive na Califórnia.

Parece uma ação simples e até insignificante para muita gente, mas para ele não! O Sr. Felipe não teve oportunidade de ir à escola quando mais jovem e, por essa razão, não sabia ler e nem escrever.

Kennya, que é sobrinha dele e sabia da vontade do tio de deixar de ser analfabeto, tirou o tempo livre da pandemia para ensiná-lo a escrita básica.

Leia também: Justiça obriga tutora de 3 cães a tirar animais de casa após reclamação de vizinha sobre latidos

Eu acho que nem Kennya tinha noção da felicidade que iria trazer para o tio. Ela publicou alguns posts no Twitter mostrando como ele estava feliz em poder escrever o próprio nome e o nome dos netos.

Não demorou muito para que o post de Kennya ganhasse o mundo (ainda bem!). Essa é daquelas histórias que a gente vai sempre ler sorrindo!

“Meu tio foi levado às lágrimas com o amor e apoio de todos! Muitos de vocês querem acompanhar o progresso dele e, por isso, criei sua própria conta no Twitter! Estarei postando atualizações no @eltiofelipelira. Muito obrigado a todos mais uma vez!!!”, escreveu a jovem.

Sua sobrinha o acompanhou durante todo esse processo, então ele está melhorando rapidamente. “Meu tio me pediu para ensiná-lo o alfabeto e devo dizer que ele aprende rápido!”.

Leia também: Amigas provam que a mesma roupa pode ficar ótima em corpos diferentes; confira fotos

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS