A população além de sofrer com o coronavírus, ainda sofre com a falta de proteção. Mas farmácias já não se pode encontrar os objetos básicos de proteção.

Preocupada com a escassez, uma senhora de 87 anos chamada Bernarda uniu forças com a neta Renatha Costa, professora, bióloga e engenheira civil.

Renatha comenta que há uma escassez geral de máscaras protetoras e gel desinfetante em sua localidade. “Aqui na cidade, ninguém mais o encontra”, diz ela, inquieta.

Diante desse problema, ambas decidiram agir e contribuir para mudar a situação. Elas compraram tecido, o famoso TNT, e elásticos para confeccionar os itens em casa.

Enquanto a neta é responsável por cortar o pano e higienizá-lo, a avó se dedica a costurar as máscaras.

Devido à idade avançada de Dona Bernarda, a produção é baixa, mas suficiente para atender as pessoas mais vulneráveis ​​de sua localidade, principalmente os idosos.

Após o processamento, as máscaras são isoladas, embaladas e disponibilizadas para distribuição.

Além de doar, a senhora Bernarda e sua neta incentivam mais pessoas a seguirem o mesmo exemplo e, assim, poder ajudar pessoas que não podem comprar ou não têm acesso a proteção.

Lembrando que, as máscaras são úteis quando uma pessoa tem sintomas ou está infectada,  impedindo que a pessoa infectada espalhe para mais pessoas, reduzindo assim a propagação do vírus.

Que linda a atitude de Dona Bernarda, não é mesmo?!

Com informações: Nation

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.