Uma jovem tem dado um novo destino a objetos que estavam no lixo e construído móveis incríveis e cheios de personalidade, com cores vibrantes!

Desde 2018, a artesã Ramatoulaye Tchico Bangoura, da Guiné Africana, desenvolve um trabalho de reciclagem em parceria com a amiga, Alioune Doucoure.

A iniciativa transforma pneus retirados do lixo e de terrenos baldios em linhas de mobiliário, calçados e acessórios funcionais e coloridos.



Ramatoulaye e Alioune lavam, cortam e remodelam os pneus, convertendo-os em composições de madeira, tecidos, couro e cola. O resultado final são peças que podem ser usadas para decoração de ambientes externos e internos.

De acordo com Alioune, na empresa formada pela dupla, são fabricados desde pufes simples para o quarto até mobiliário para sala de estar, cadeiras para o terraço, jardim e espaço familiar.

Leia também: Cachorro resgatado encontra seu ‘irmão gêmeo’ perdido na rua e implora à mãe que o adote

Elas querem retirar o máximo de pneus das ruas quanto possível. “A importância deste trabalho é para a luta contra a poluição e degradação ambiental no meu país. Minha cidade é insalubre e não recebemos ajuda do Estado para o nosso trabalho. Eu realmente gostaria de ajuda neste trabalho, pois ele contribui para tornar a cidade mais limpa e com menos poluição”, destaca.

Alioune conta que tudo começou em sua comunidade local, quando ela fazia os móveis improvisados por diversão.

Leia também: Estudante larga faculdade para cuidar da mãe que sofreu 2 AVCs graves: “Precisa de mim”

Não demorou muito para o hobbie virar negócio, que elas agora pretendem expandir para vender para o mundo inteiro.

“Começamos em uma creche privada em Dakar, onde criei um jardim todo decorado com pneus desgastados. Ficou lindo e criei alguns móveis para vender, começamos a divulgar o trabalho no Facebook e, em uma semana, eu tinha uma linha de produtos”, lembra.

As artesãs fabricam cerca de 2 a 3 móveis por dia. Quando os pedidos são em massa, elas chegam a produzir 10 a 15 pufes. Em breve, o ateliê deverá recrutar novos artesãos, aumentando ainda mais sua produtividade.

Fonte: Nation

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS