Um bebê cervo que nasceu com a pelagem predominantemente branca rejeitado pela própria mãe biológica ao nascer foi acolhido por um santuário de animais dos EUA.

Dragon (Dragão, em tradução livre), como foi batizado, é “malhado”, disse Hilary Powell, da ONG Deer Tracks Junction em Cedar Springs, Missouri.

Leia também: Homem negro solteiro adota 3 crianças brancas: ‘Cor da pele não define nossa família’

Esse termo cabe quando um animal apresenta grandes manchas no corpo sem pigmentação. No caso de Dragon, ele tem o rosto e outras partes do corpo brancas.

Infelizmente, foi essa pigmentação que fez sua mãe o rejeitar.

Leia também: Pai tatua marca de nascença do filho em seu próprio corpo: ‘Para ele se sentir melhor’

“Ser um animal malhado causa muitos riscos diferentes à saúde e um cervo de cauda branca rejeitará instintivamente qualquer bebê que não tenha uma boa chance de sobrevivência”, disse Powell.

“O branco o faz se destacar, então ele não pode se esconder dos predadores, e ele não pode ouvir ou ver tão bem quanto um cervo comum, então ele não pode ouvir ou ver os predadores chegando”, completou.

Apesar de seu sistema imunológico comprometido, Dragon está “prosperando e crescendo bem”, disse Powell.

Um cervo de rosto branco é muito raro, disse ela. Apenas cerca de um por cento dos filhotes nascem assim. Muito poucos sobrevivem na selva depois que a mãe os rejeita.

Dragon teve sorte de ser acolhido pela Deer Tracks Junction. Ainda assim, pode haver uma estrada acidentada pela frente. “Meu filho de quase 19 anos o chamou de Dragon”, disse Powell, “porque ele sabe que precisa ser duro para sobreviver.”

Fonte: Manualidades Fáceis

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS