Na última sexta-feira (19), o veículo conversível do cantor Roberto Carlos, avaliado em R$ 500 mil, ficou sem combustível enquanto ele se deslocava até seu estúdio, na Urca, zona sul do Rio de Janeiro.

Na ocasião, o cantor achou graça do ocorrido e brincou: “Quem nunca ficou sem gasolina!?”, disse, após ser filmado por pedestres na Rua Marechal Cantuária, no bairro onde mora.

Leia também: Keanu Reeves compartilha sua lista de filmes essenciais “que todos deveriam assistir” – confira

Roberto Carlos é proprietário de uma numerosa frota de veículos caros acumulados ao longo dos anos.

No dia do acontecimento inesperado, ele entrou no carro que “sentiu vontade de dirigir”: no caso, um Audi TT conversível em cor vermelha, avaliado em meio milhão de reais.

“Mas eu não tenho o hábito de olhar o marcador de combustível”, contou o artista, que percebeu que o carro enguiçou. Ao olhar para o painel, o Rei constatou que faltava gasolina no veículo.

“Roberto encarou a situação numa boa. Mesmo quando está sozinho em seus carros, que, aliás, só ele põe a mão, Roberto Carlos está sempre acompanhado. Há sempre outro carro de apoio, com seguranças, atrás dele”, revelou um funcionário. “E aí quando foi confirmado o problema, ele entrou no carro dos seguranças e seguiu o caminho para o estúdio”.

Coleção valiosa de carros

Ao longo das décadas, Roberto Carlos criou uma coleção valiosíssima de carros, que ele jamais vende após adquirir.

“Quando ele adquire um carro, ele fica com esse carro para sempre”, contou uma pessoa próxima do cantor ao jornal O Globo.

Na garagem do artista, há dois modelos iguais do Audi TT conversível que enguiçou, atualmente um de seus xodós.

As grandes paixões do Rei, revelam funcionários, são um Calhambeque, um Cadillac, um Lamborghini e um Eldorado vermelho.

Leia também: Aos 27 anos, mulher faz transplante de útero, começa a menstruar e dá à luz 2 filhas

Fonte: Estrelando

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS