Lançado no finalzinho de abril, o smartphone Redmi K40 Gaming Edition já é considerado um sucesso absoluto pela sua fabricante, a Xiaomi. Isso porque, segundo a empresa, mais de 100 mil unidades do aparelho foram vendidas na China em somente um minuto, esgotando todo o estoque que estava disponível para a pré-venda.

O modelo é tido como uma alternativa mais barata dos smartphones para gamers que vêm tomando conta da indústria mobile, tendo sua versão básica custando 1.999 yuans no mercado chinês. O aparelho é equipado com uma memória RAM de 6 GB e um armazenamento interno de 128 GB. Além disso ele conta com uma tela de AMOLED de 6,67 polegadas e resolução Full HD. com taxa de atualização de 120 Hz – já o sistema operacional é o Android 11. Alguns outros destaques do modelo são o processador MediaTek Dimensity 1200, câmera principal de 64 MP, conectividade 5G e uma bateria de 5.065 mAh. O preço corresponde a R$1.675 na cotação do dia, numa conversão direta.

Por ter um bom custo benefício, o aparelho vem caindo no gosto do público gamer, que está cada vez mais próximo dos eSports e busca por aparelhos cada vez mais potentes e que possam “rodar” com facilidade os principais jogos do setor, como o Fortnite, Free Fire e Among US. Com isso, as pessoas além de jogarem os games mais competitivos do mercado, aproveitam plataformas como o LeoVegas Brasil para acompanhar e darem palpites em torneios expressivos do eSports mundial, tendo acesso a diversos bônus e promoções exclusivas para o mobile.


Várias versões, mas sem data para lançamento global

O smartphone ainda possui outras cinco variações, duas delas sendo a de 8GB de RAM + 128 GB de armazenamento, que é vendida por 2.199 yuans (R$1.843), e a de 8 GB de RAM mais 256 GB de armazenamento, por 2.399 yuans (R$2.011). Há também as versões especiais e top de linha, que apresentam 12 GB de RAM + 128 de armazenamento por 2.399 yuans (R$2.011), 12 GB mais 256 GB por 2.699 yuans (R$2.262) e a edição Bruce Lee, custando 2.799 yuans (R$2.346).

Com este novo aparelho, a projeção da Xiaomi é de pelo menos conseguir ultrapassar a marca de 1,7 milhões de unidades comercializadas na China ainda neste ano. Caso alcance esta meta, a companhia superaria a quantidade de smartphones feitos para o público gamer vendidos no país em 2020, que ficou entre 1,6 e 1,7 milhões de celulares vendidos. Até o momento, essa versão gamer do Redmi K40 está sendo comercializada somente na China, e a Xiaomi ainda não definiu quando será o lançamento global, mesmo que sua apresentação inicial tenha chamado a atenção de consumidores de todo o planeta.

200 milhões

Apesar do Redmi K40 Gaming Edition não ter sido lançado globalmente, a Xiaomi já atingiu números impressionantes com sua linha Redmi Note. Na verdade, a companhia chinesa acaba de atingir a incrível marca das 200 milhões de unidades vendidas em todo o globo. O número é alcançado logo após a fabricante vigorar entre as três maiores fabricantes celulares no planeta no primeiro trimestre de 2021. A companhia divulgou o resultado na rede social Weibo, e o que impressiona é que em novembro de 2020, a cifra de aparelhos vendidos era de 140 milhões.

Com números como esse, a expressividade da linha Redmi, que surgiu ainda em 2014, é indiscutível. Tanto, que em 2019 a Xiaomi transformou a Redmi em uma marca independente. Sendo que o seu lançamento de estreia foi o Redmi Note 7, que naquela época esgotou o estoque em somente 9 minutos.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




A Grande Arte De Ser Feliz
Para todos aqueles que desejam pintar, esculpir, desenhar, escrever o seu próprio caminho para a felicidade.