Viajar com nossos cães ou gatos nem sempre é fácil, seja de carro, ônibus, barco ou avião. Inclusive, como sabemos, a maioria das companhias aéreas os trata como mera bagagem, o que, em muitos casos, ameaça suas vidas.

Polêmicas a parte, famílias ao redor do mundo desmascararam o mito de que viajar de avião com animais pode ser desastroso, mostrando que eles até se comportam melhor do que muita gente.

Um bom exemplo disso ocorreu no México, em um voo com dois huskies siberianos a bordo.

Leia também: Estudantes reestruturam cadeira de rodas para que marido de professora possa passear com o filho

Karen e sua família são as orgulhosas cuidadoras de dois belos exemplares desta raça, muito queridos no mundo e que, com muito custo, conseguiram levar seus amados cachorros sentados ao seu lado na cabine do avião.

A bem da verdade, eles se comportaram como cavalheiros, melhor do que as crianças, inclusive. Ah, e eles adoraram passear.

Karen casou-se com o atual marido há alguns anos e, desde então, os huskies constituem seu ambiente, coroado com o nascimento de sua primeira filha. Para ela, são extremamente especiais, visto que são cães de apoio emocional.

Embora pareça muito simples, as pessoas que desejam viajar com seus cães dentro do avião devem atender a determinados requisitos, como, em princípio, um certificado veterinário de boa saúde, vacinas e desparasitação completa, além de uma carta de “bom conduta” do animal.

Leia também: Menina de 2 anos que viralizou falando palavras difíceis “não assiste TV, nem celular”, diz mãe

Após vários procedimentos e muita burocracia, Karen conseguiu obter as autorizações da companhia aérea mexicana Volaris, tanto para ela quanto para sua família humana (e não-humana), conseguindo finalmente embarcar no avião com os dois huskies.

Segundo a mulher, o mais importante na hora de viajar é ter uma carta de apoio emocional emitida por uma psicóloga credenciada que garanta que a presença do cão é necessária para viajar, que é exatamente o que ela precisava.

Além disso, outro ponto a enfatizar, e que muitas pessoas não sabem realmente, é que os cães de apoio emocional não pagam taxa, ou seja, não precisam de passagem para sentá-los ao nosso lado.

“Viajar com os animais não é impossível, é apenas administrar e querer vê-los felizes” , conta Karen.

Dessa forma, todos conseguiram entrar no avião e Karen não perdeu a oportunidade de contar sua história por meio de suas contas nas redes sociais, que já conta com centenas de reações de usuários, intrigados com o jeito que ela está amante de seus animais de estimação foi finalmente capaz de viajar com eles.

“A maioria dos cães de trabalho e/ou serviço são geralmente de raças médias a grandes”, por isso é permitido em algumas companhias aéreas”, concluiu Karen.

Fonte: Catioro Reflexivo

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS