A paulistana Nátaly Bonato trabalha como gerente comunitária da WeWork Paulista, um espaço compartilhado na Avenida Paulista, uma das vias mais movimentadas e importantes da metrópole brasileira.

Para alinhar alguns assuntos com a equipe de limpeza da unidade, Nátaly pensou em fazer um relatório técnico. Ele deveria ser preenchido pelos funcionários do setor todos os dias dizendo se a sala do cronograma tinha sido limpa e, caso não, colocar um comentário explicando o porquê.

Leia também: ‘Tá barato’: bordão de Maria Berklian, a “idosa milionária”, faz sucesso na internet [VIDEO]

“O relatório demorou 1 semana pra chegar e quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e ai nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu ela em um post compartilhado no Facebook.

Pensando empaticamente, Nátaly descartou de imediato a troca da equipe: ao invés disso, procurou nas escolas que fazem parte da WeWork alguém que pudesse alfabetizar os auxiliares de limpeza.

Foi nesse meio-tempo que ela conheceu a pedagoga Dani Araujo, da empresa MasterTech, que topou o desafio.

“As pessoas não são descartáveis. Eu não queria que alguém passasse pela minha vida sem ter o meu melhor, sem que eu pudesse tentar. Então, eu não queria que eles saíssem daqui um dia e continuassem tendo aquelas profissões por que eles não tinham escolha”, disse Nátaly.

Com aulas duas vezes por semana (terça e quinta), em meio ao horário de almoço, os funcionários logo abraçaram a oportunidade.

“Foi ousado participar desse projeto. Não tinha experiência com letramento para adultos. Vibrei e chorei com cada conquista que fazíamos juntos, me sinto privilegiada pelo aprendizado que eles me proporcionaram”, afirmou a pedagoga, que continuou dando as aulas mesmo depois de se desligar da MasterTech.

Em cinco meses de estudos (uma hora por aula), Irene, Neuraci e ‘Madruga’ já conseguiam escrever uma carta.

Para comemorar a boa notícia, Nátaly e seu time organizaram uma formatura surpresa. “Na hora que eu vi eles vindo de beca, eu comecei a desfalecer de chorar e não só eu! Todo mundo. A gente fez na área comum da WeWork”, lembra Nátaly. “Foi muito incrível mesmo. Acho que é a melhor experiência da minha vida”.

Incrível, né? Ao final eles ainda ganharam uma formatura com direito a beca e tudo!

Leia também: Aos 51, Mark Wahlberg exibe físico impecável para novo filme e surpreende fãs; veja fotos

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS