Não é a primeira vez que Tony e Sarah Witbrod enfrentam a experiência de adoção de crianças de outros países, porém nunca imaginariam que teriam que fugir da Ucrânia menos de 48 horas depois de conhecer seus filhos adotivos pessoalmente.

No momento atual, o casal se encontra na Polônia aguardando ajuda da embaixada dos Estados Unidos para voltar com seus filhos para casa.

O casal que reside no estado de Wyoming, viajou para a cidade de Odessa para conhecer pessoalmente Caius (1), e Juniper (2), duas crianças ucranianas que seriam levadas para a residência do casal em fevereiro.

Os Witbrod conseguiram ter os documentos da guarda das crianças assinados na ultima terça-feira (22) sem imaginar que em algumas horas, não teriam como retornar aos Estados Unidos, pois estavam em meio a um cenário de guerra.

Fora preciso muita ajuda de terceiros para Tony e Sarah, que consequentemente mudaram o nome da certidão de nascimento das crianças em homenagem as pessoas que os auxiliaram em meio ao cenário catastrófico da Ucrânia. As crianças agora se chamam Caius Alex e Juniper Yulia Witbrod.

Leia também: Jovem de muletas joga habilmente apesar de sua deficiência: “Na minha cabeça não há dificuldades”

Abrigados na Polônia, o casal se encontra na cidade de Varsóvia, onde aguardam ansiosamente a ajuda da embaixada estadunidense para seu retorno ao país.

As expectativas são altas, e a esperança é de que isso aconteça em breve, já que os pais querem que os bebês façam suas terapias de saúde. “Eles terão uma vida plena pela frente quando chegarem em casa e começarem a receber os tratamentos”, disseram os Witbrod.

Leia também: Pai de 72 anos espera todos os dias por sua filha em uma parada escura para acompanhá-la em casa

Fonte: Crescer

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS