Na última quinta-feira (2), um homem de 50 anos de Piemonte, na Itália, tentou enganar os profissionais de saúde de um postinho. Ele queria obter um passaporte anti-Covid sem ser vacinar, tentando sem sucesso injetar a vacina em um braço de silicone falso.

“O caso é quase ridículo, se não fosse um gesto de enorme gravidade e inaceitável dado o sacrifício que a pandemia tem feito toda a nossa comunidade pagar, em termos de vidas humanas e custos sociais e económicos”, lamentou no Facebook o presidente da região do Piemonte, Alberto Cirio.

De acordo com as autoridades locais, o homem apareceu na noite de quinta-feira em um centro de vacinação na cidade de Biella decidido a passar a perna nas enfermeiras.

Leia também: Papai Noel “secreto” distribui R$ 5 milhões em presentes de Natal nos EUA [VIDEO]

Apesar da prótese ser bastante realista, a cor e a sensação de toque despertaram imediatamente as suspeitas da enfermeira encarregada de aplicar a vacina, que lhe pediu que tirasse a camisa.

Imediatamente, ela descobriu a farsa. Sem saber o que fazer, o homem pediu à enfermeira que agisse como se não tivesse visto nada, o que ela se recusou a fazer.

Em seguida, a profissional avisou seus colegas que ficaram atônitos. “Ele terá que responder à justiça”, escreveu Cirio.

Atualmente, a nação italiana enfrenta um novo surto da pandemia: quase 17 mil novos casos foram registrados nas últimas 24 horas. Apesar do aumento do número de infectados nesta semana, cerca de 85% dos maiores de 12 anos foram vacinados.

Leia também: Em vídeo surpreendente, chef de cozinha denuncia condições de trabalho desumanas de restaurante

Fonte: R7

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS