Andrii Pokrasa revelou seu inusitado papel na defesa da capital ucraniana depois de ser aclamado ‘um verdadeiro herói, um herói da Ucrânia’ pelos militares.

Soldados desesperados estavam tentando rastrear a posição de uma coluna de tropas e tanques em direção à capital, não tiveram acesso a drones nos primeiros dias da invasão.

Seu pai entrou em contato com os defensores locais para dizer que seu filho era habilidoso em pilotar um, havia comprado o seu como passatempo e poderia ajudar.

Pouco tempo depois, o jovem, mais acostumado ao skate do que com habilidades militares, ajudou a direcionar os ataques contra o comboio.

O adolescente disse ao Global News: ‘Eles nos forneceram informações sobre onde aproximadamente a coluna russa poderia estar.

“Nosso objetivo era encontrar as coordenadas exatas e fornecer as coordenadas aos soldados.”

‘Era uma das maiores colunas que se movia na estrada de Zhytomyr e conseguimos encontrá-la porque um dos caminhões acendeu as luzes por um longo tempo.’


Leia também: Cantor Willie Nelson resgata 70 cavalos de abatedouro e comemora: ‘Livres para viverem no meu rancho’

Os soldados ucranianos atacaram a coluna e finalmente conseguiram parar a marcha em Kyiv.

Os drones comercialmente disponíveis tornaram-se uma parte central da estratégia militar ucraniana, bem como modelos mais avançados desenvolvidos por fabricantes de armas.

Taras Troiak, ex-varejista, fundou um grupo no Facebook para coordenar proprietários de drones na Ucrânia que queriam transformar seu hobby em uma ferramenta de vigilância para o exército.

Ele disse ao canal canadense: ‘Se não tivéssemos tais operadores e drones que pudessem ajudar o exército ucraniano, acho que Kyiv já poderia ser ocupada pelas forças russas.’

O exército ucraniano confiou fortemente no drone Bayraktar TB2 fabricado na Turquia, comprando dezenas na preparação para o conflito.

Eles têm sido fundamentais para algumas operações de alto perfil, incluindo a estratégia relatada para afundar o Moskva.

Uma operação de crowdfunding inédita na Lituânia nas últimas semanas viu mais de £ 5 milhões (R$26.031.996,75) arrecadados para comprar um para doação aos militares ucranianos.

O fabricante turco ofereceu a arma gratuitamente quando a meta de arrecadação de fundos foi atingida.

Leia também: Em gesto solidário, estudantes raspam cabelo em apoio a colega que iniciou tratamento contra câncer

Fonte: Metro

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS