O processo de adoção de uma criança é reconhecidamente longo e burocrático, que exige uma série de contrapartidas da família adotante e dos responsáveis pelo menor de idade.

A complexidade desse processo tende a tornar tudo mais prolongado, demorando muito até que as crianças possam estar, enfim, com sua família adotiva.

Prova viva disso é Emilie Larter, uma britânica de 29 anos, que conheceu Adam em 2014, em Uganda, quando trabalhava como voluntária. De acordo com a BBC, Emilie cuidou de um bebê após sua mãe tragicamente morrer após o parto.

A partir daí, a jovem iniciou uma longa batalha que durou 6 anos para poder adotá-lo. É por isso que ela gastou milhares de dólares durante esse tempo para poder trazê-lo consigo.

Leia também: Cachorrinho ‘invade’ telejornal ao vivo e surpreende apresentadora: ‘Queria ser o centro das atenções’

A britânica gastou tanto dinheiro que não tinha mais economias – logo, Adam teria que esperar um tanto mais.

Eventualmente, Emilie conseguiu trazer o menino para a Inglaterra, algo que ela espera poder estender a Josh, Tallie e George, os familiares de Adam que ainda estão em Uganda.

“Foi muito surreal (…) Há tanto tempo que tentávamos fazer isso, quando realmente aconteceu, não parecia que fosse real” , disse a jovem ao se reencontrar com o filho.

Leia também: Pela 1ª vez em 20 anos, filhote de ararinha-azul nasce em solo brasileiro: ‘Futuro da espécie’

Conforme ele explicou, o mais difícil para a criança é ir à escola. “Ele está achando um pouco complicado, mas fez alguns amigos, estivemos em algumas atividades nesta Páscoa, então tenho certeza que realmente vai se resolver com o tempo”, disse Emilie.

Os pais da mamãe adotiva também mostraram sua alegria em poder conhecer o neto. Seu pai, Peter Larter, disse que “Adam tem uma energia e vitalidade incríveis, e que é um privilégio poder estar com ele”.

Por enquanto, Emilie terá que continuar lutando para trazer seu companheiro Josh, e os pequenos Tallie e George, para o Reino Unido para que logo possam se estabelecer como uma família feliz, como a jovem sempre sonhou.

É por isso que ela criou uma vaquinha no GoFundMe, a fim de arrecadar dinheiro para tamanha empreitada.

Fonte: Upsocl

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS