Aos 90 anos de idade, a japonesa Takishima Mika, ou “Takimika”, como é carinhosamente apelidada, esbanja saúde e vitalidade.

Hoje, ela trabalha como professora de ginástica de uma academia da terceira idade, onde se tornou conhecida como a ‘professora-ginasta mais velha do Japão’.

Segundo Mika, sua atenção à saúde e à boa forma só começou aos 65 anos de idade, o que prova que nunca é tarde demais para cuidarmos da nossa saúde com zelo.

Leia também: CR7 proíbe refrigerante e põe filho na esteira depois do sorvete

Até essa idade, a japonesa era sedentária e só cuidava de casa. Em 1996, quando finalmente decidiu dar um passo adiante na vida, Mika acabou emagrecendo 15 quilos com os novos exercícios.

Empolgada com os resultados no corpo, ela levar a sério os treinos de musculação, corrida e alongamento. Não demorou muito para ela virar professora.

Leia também: Médico no Piauí comove ao cantar para paciente horas antes dela morrer de Covid

Apesar de dormir pouco, Mika tem uma dieta riquíssima e faz corridas matinais de forma quase religiosa (4 km percorridos todos os dias).

No ‘café da manhã’, tem salmão ou outro peixe grelhado, natto (soja fermentada), ovos, tofu e kimchi (acelga fermentada). Já no almoço, em contrapartida, é um iogurte e uma banana.

Antes do entardecer, a professora japonesa faz alguns alongamentos e, mesmo quando está sentada no sofá vendo TV, mantém o abdome contraído e a coluna reta. Haja foco!

Antes de jantar, Mika se dedica aos treinos de musculação, por pelo menos duas horas diárias. Na última refeição do dia, ela capricha nos vegetais típicos da culinária japonesa, sempre acompanhado de uma boa taça de vinho.

Por fim, antes de dormir, a idosa trabalha no preparo de suas aulas no computador ou no celular e aprende inglês. Como ela mesma diz em seu Instagram: Idade é só um número.

O sonho de Mika é chegar aos 100 anos dando aulas e ajudando mais gente a chegar lá com a disposição e energia dela. Que inspiração!

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Fonte: UOL

RECOMENDAMOS