Na semana passada, o cabeleireiro Leandro Matias viralizou internet afora após fazer uma verdadeira transformação visual em um morador de rua de Votorantim (SP).

Em entrevista posterior ao G1, Leandro disse que esta não foi a primeira vez que ele ajuda alguém em situação de vulnerabilidade social. Na verdade, ele faz isso desde a adolescência.

“Foi antes da pandemia, uns três anos atrás. Uma senhora catadora de reciclagem passou em frente ao salão e eu pedi para um dos meus funcionários chamá-la. Ela entrou e eu disse que ela tinha ganhado um presente. Aí eu apontei para o céu e ela começou a chorar”, disse o rapaz, que se tornou cabeleireiro aos 14 anos.

Leia também: “Eu te amo, amigo”: Adam Sandler apoia Chris Rock após tapa chocante no Oscar 2022

Ciente de que absolutamente ninguém tem o direito de julgar os outros, Leandro coleciona transformações em pessoas que, como ele mesmo diz, ninguém enxerga.

“Toda transformação eu fico ansioso. Eu não deixo a pessoa ver o resultado até eu acabar. Eu pergunto o que a pessoa quer ou não e, depois, eu a viro de costas para o espelho. Quando finalizo, é aquela choradeira. Uma das minhas maiores motivações é saber que eu dou o pontapé inicial na vida dessas pessoas”, explicou.

Na última quinta-feira (31), o jovem estava indo para seu salão quando avistou um homem nas ruas. Ao se aproximar, ele conta que até o sem-teto lhe estranhou.

“Ninguém é acostumado a ganhar nada de ninguém, por isso ele estranhou eu ter ido falar com ele. O rapaz aceitou e eu o levei ao salão. Fizemos a transformação”, disse.

Ele ficou ansioso para ver o resultado final – e surpreso com a repaginada completa na aparência.

Para Leandro, ao finalizar mais um dia de trabalho, há a certeza de que pôde ajudar mais uma pessoa e, por consequência, possibilitar a transformação de sua vida – começando pelo visual.

“É fazer a diferença. Todo ser humano foi chamado para fazer isso. Eu sempre falo que, quando eu sinto vontade de ajudar uma pessoa, é Deus dando de presente. Eu aqui estou como instrumento dele. Uma das que me marcou muito foi a catadora de reciclagem. Ela disse que nunca tinha ido ao salão. Fiz a transformação dela”, contou.

Você pode saber mais sobre o trabalho do cabeleireiro entrando em contato com ele pelas redes sociais.

Fonte: G1

Leia também: Menino de 5 anos conquista web ao pedir corte de cabelo “igual do avô”

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS