A pandemia gerou uma crise sanitária sem precedentes que obrigou as autoridades de diferentes governos do mundo a estabelecer quarentenas e toques de recolher obrigatórios para evitar infecções em massa.

Isso gerou resistência entre algumas pessoas em respeitar as medidas, que se recusaram a ficar em casa e não sair fora do horário estabelecido.

Leia também: Criança chora de alegria ao ganhar um cachorrinho de presente [VIDEO]

Como resultado, muita gente foi multada e até presa por quebrar as regras e permanecer na rua depois do toque de recolher, inclusive sem o uso obrigatório da máscara.

Há poucos dias, foi divulgado um registro de um bairro rico de Lima, capital do Peru, onde um jovem foi preso por não respeitar as medidas sanitárias e a situação terminou em uma briga entre ele e a polícia.

O jovem, que se recusou a ser detido, começou a repreender o policial e perguntou-lhe de maneira debochada: “Você acha que é igual a mim? (…) Você vai ficar na rua, por quem você é. Olhe para você mesmo, parece que vai morrer de fome.”

Enquanto a polícia tentava persuadi-lo, o jovem os ameaçou dizendo que sua família era formada por advogados.

Mas, surpreendentemente, quando ele tentou fazer com que seu pai o ajudasse nessa situação, o homem o repreendeu na frente dos policiais. “Cala a boca! Não seja um idiota! Há momentos em que é preciso ficar de boca fechada”, disse.

Na verdade, o sujeito bateu na cabeça dele e o agarrou pela camisa, para que o jovem não continuasse falando. Além disso, informou que estávamos em um contexto de pandemia global (falou o óbvio, né…).

Confira abaixo:

Depois disso, o policial explicou calmamente a ofensa que seu filho havia cometido, ao que o pai ouviu atentamente. “ Você quer acabar em uma delegacia de polícia? “, perguntou o pai, ao que o jovem respondeu que não. ” Então cale a boca “, disse ele.

Por fim, o jovem foi multado por ter viajado após o toque de recolher. Segundo alguns usuários, era um menino que já havia se envolvido em barulhos irritantes e festas constantes.

Leia também: Por 5 anos, idoso visita sua esposa falecida no cemitério e passa todo Natal “com ela”

Fonte: Peru 21

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS