Para a conquista do sonho de estudar fora, a jovem Sofia de Oliveira, de 18 anos, primeiramente conseguiu uma bolsa de estudos em um renomado colégio particular de Belo Horizonte, e no fim de sua formação, Sofia passou a tentar em universidade Norte-americanas.

Além de ter conquistado aprovação na universidade mais consagrada da América, Sofia passou em outras duas universidades.

“É um processo seletivo diferente porque, além da prova, tem que mandar currículo, carta de recomendação, carta falando das intenções no colégio”, contou.

A rotina da jovem, consistia em ter entre 8 a 10 horas de estudo por dia. Em se quarto vemos lembretes de fórmulas e conteúdos, além de medalhas de conquistadas em olimpíadas de estudos.

14 de agosto, Sofia começará sua jornada. Nesta data está ela irá viajar e lá terá todas suas despesas, incluindo as pessoais, pagas.

Serão quatro anos de estudo, tendo no final do segundo, a oportunidade de escolher oque irá cursar.

“No momento eu penso em cursar química e ciências sociais. Mas estou bem aberta a explorar outras opções”, diz a jovem.

Leia também: Alerta de lencinho: Menino de 9 anos com medo de ‘perder’ irmã faz discurso emocionante em seu casamento

A oportunidade foi dada a Sofia devido a Ismart, instituto social sem fins lucrativos existentente há 20 anos. Seu intuito é identificar jovens carentes com alto rendimento escolar que passam a fazer parte de aulas on-line ou presenciais com bolsas de estudos em escolas parceiras.

A seleção é feita todo ano em várias capitais.

“A gente acredita que o talento existe em todas as classes sociais. E o que a gente quer é identificar esse talento de baixa renda, oferecer condição, recurso e oportunidade”, disse Vanessa Alves, gerente de Seleção e Comunicação do Ismart.

O instituto conta com 900 estudantes cursando em universidades brasileiras. Nove foram para o exterior neste ano, 14 no ano passado.

Sofia carregará em sua bagagem sonhos e conquistas adquiridas com muito mérito, e possuirá um currículo invejável.

“Muitos desafios principalmente para pessoas de origem humilde, mas a gente tem que se agarrar às oportunidades que aparecem, não é sempre que elas estarão ali, mas é fazer de tudo para transformar sonho em realidade”, disse a menina.

Leia também: YouTuber ensina programação de graça para seus seguidores e os ajuda a conseguir trabalho

Fonte: G1

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS