Juntos, Rodrigo, 22, e Synndy, 21, possuem uma história de superação digna de cinema.

Há quatro anos, o casal recebeu o diagnóstico duplo de câncer: ambos tinham o linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer que se origina no sistema linfático. A descoberta ocorreu, oficialmente, com poucas semanas de diferença.

Por meses, os jovens fizeram quimioterapia no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, onde venceram a doença.

Na sexta-feira passada (4), Dia mundial de combate ao câncer, Synndy e Rodrigo relembram como foi enfrentar juntos a doença. “O meu namorado passou por tudo junto comigo e normalmente a gente fazia as sessões juntos, no mesmo quarto”, relatou Synndy.

Leia também: [VIDEO] Menina de 2 anos cobre orelha de cãozinho afim de protegê-lo do barulho de fogos de artifício

“Na maioria das vezes em que eu estava passando mal, ele também estava. Quando eu estava triste, ele também chorava, mas a gente sempre sorria juntos”, relembrou.

Na época, quando ainda estavam internados, eles passaram o vestibular. Em dezembro, mais uma conquista conjunta: foram aprovados juntos em concurso público, assim que concluíram suas graduações.

Em entrevista ao portal G1, o casal disse que começou a namorar pouco antes do diagnóstico. Ela é natural do Capanema e ele de Salinópolis, no nordeste paraense.

“Eu conhecia ele desde o primeiro ano do ensino médio. Nessa época, eu nem falava com ele, mas já o via de longe. No segundo ano, a gente começou a estudar juntos e ficamos amigos”, disse ela. “Foi no terceiro que a gente começou a se gostar. Na época, nós já estávamos doentes, só não sabíamos que era câncer, e do mesmo tipo”, relembrou.

Em meio ao tratamento, Synddy disse que ela e o namorado sempre dividiram as mesmas preocupações e conquistas com as evoluções no quadro clínico. Apesar de tudo, ambos sempre deram um jeito para achar alegria nas situações e se divertirem juntos.

“Foram poucos os momentos em que eu me vi lamentando. Eu colocava turbantes nele, brincava com a careca dele, e ele, claro, não deixou de elogiar o meu cabelo crescendo, sempre dizendo que eu estava linda. E dessa forma a gente se apoiou e se ajuda até hoje”, comentou Synddy.

Semanas após o diagnóstico do linfoma, o casal também descobriu que havia passado no vestibular.

“O hospital fez uma comemoração, foi muito lindo, eu agradeço à equipe por aquele momento único e inesquecível. Eu teria ficado triste, pois vi meus amigos fazendo as tradições de ovo na cabeça, trigo, trio elétrico, e eu estava no hospital. Mas, quando ouvi a música do Pinduca [cantor paraense da ‘Marcha do Vestibular’] tocando no rádio do hospital, eu logo soube que estava acolhida. Senti que ia vencer o câncer e terminar a faculdade”, relembrou a jovem.

Já em dezembro de 2021, os jovens foram aprovados em um concurso público.

Leia também: Policiais interrompem audiência judicial para salvar vida de bebê engasgada [VIDEO]

Fonte: G1

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS