Desde 2007, o sociólogo carioca Ricardo Martins, de 36 anos, viaja o mundo de bike.

Em entrevista ao portal BBC, ele se disse “cansado da vida de escritório e uma rotina tradicional” – então, decidiu largar tudo para embarcar em uma aventura pela América do Sul. Com quanto no bolso? R$ 350!

Nos primeiros anos de viagens, Ricardo ganhou o apelido de “Roda América”, e ficou fora de casa por 48 meses. Sua única companheira e amiga confidente era uma tradicional bicicleta de alumínio chamada “Capitu”.

Infelizmente, ela foi roubada no Rio de Janeiro pouco tempo depois do sociólogo retornar ao Brasil.

Leia também: Estudante de Design cria robô autônomo que percorre desertos plantando sementes

“Foi bem traumático. Eu brinco que foi igual quando o Tom Hanks perdeu o Wilson em Náufrago”, contou ele à BBC.

Ao voltar para o Rio, o rapaz tentou se readaptar à vida “monótona” e começou a cursar sociologia. Logo ele percebeu que já não se encaixava mais nos padrões tradicionais de uma empresa ou vida, como ele mesmo define.

Ricardo é afeito à experiências diferentes, e pensou que poderia voltar às viagens ao lado de outra “magrela”, só que dessa vez feita de bambu!

O meio de transporte de material pouco usual é inspirado em outra bike de um homem que Ricardo viu pedalando na capital fluminense.

“Ele construía esses tipos de bicicleta e ainda as fazia sob medida. Dá para deixar o bambu mais claro, mais escuro e do jeito que você quer. Mede sua perna e tudo. Encaixa como uma aliança”.

A bicicleta de bambu recebeu o nome de “Dulcineia”.

Faz mais de cinco anos que o sociólogo seguiu para mais uma viagem de um ano e meio pelo continente africano, começando na Cidade do Cabo, África do Sul, e terminando em Alexandria, no Egito.

Até aqui, somadas todas as suas aventuras, Ricardo já pedalou incríveis 50 mil quilômetros. “Ela se mostrou resistente e sempre a levei em extremos muito fortes. Ela absorve o impacto”, disse.

Recentemente, ele se casou com uma mulher na cidade do Cairo, no Egito, onde fixou moradia. Para o futuro, ele pretender pedalar com Dulcineia mais uma vez pelo mundo, só que dessa vez o destino será o continente asiático.

Leia também: Bebê recém-nascido é encontrado abandonado dentro de lata de lixo de avião

Fonte: G1

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS