Três semanas após ser abandonada na porta da casa de uma desconhecia, uma cachorrinha de Mairinque (SP) foi adotada por uma nova família.

No bilhete divulgado e que viralizou nas redes sociais, seu antigo tutor faz um sincero apelo para que alguém cuidasse do animal.

Em entrevista ao portal G1, Lais Monfrinato relatou ter ficado “surpresa” ao encontrar a cadela no portão de sua casa. Ao seu lado, havia um cobertor, ração e o bilhete, que dizia “me desculpe, por favor, cuide dela”.

Leia também: Família de frentista que precisou trabalhar no Natal vai até posto e fazem Ceia para ele

“Quando vi, fiquei com raiva por alguém se permitir fazer algo parecido com um ser tão indefeso. Segundos depois, foi amor por aquela menina tão doce e carinhosa. Só pensei em recolher e cuidar até achar um lar”, disse.

Uma vez que não há espaço útil em sua casa e ela já possui 3 gatos adotados, Lais postou nas redes sociais a foto da cachorrinha com o bilhete pedindo para que alguém a adotasse.

Não demorou muito para o post repercutir entre os seguidores da jovem, chegando até Rosane Carraco, que ficou comovida com a foto e decidiu acolher a cachorra.

“Quando eu vi a carinha dela e a história de ter sido abandonada com um cobertor e um saco de ração, meu coração ficou pequenininho. Nisso eu mostrei para o meu marido, que é um amante de cachorros também. Ele ficou comovido com o olhar triste e foi isso que fez com que a gente quisesse adotar”, relata.

“A Rosane, que é minha chefe, viu a minha postagem no Facebook quando tinha acabado de fazer o post e, no mesmo momento, me chamou no WhatsApp dizendo que queria ficar com ela. Não pensei duas vezes, pois sei do carinho e amor que ela e a família têm com animais”, contou Lais.

Segundo a nova tutora, a cadelinha, batizada de Luz, ficou uma semana na casa de Lais até ser encaminhada para seu novo lar.

Lua foi recebida por sua nova família um dia após o Natal, sendo tratada exatamente como um presente natalino.

Rosane espera que a cachorrinha e Mel, sua outra cadela adotada, façam amizade no curto prazo. “A Lua ainda não reconhece o nome, está se acostumando [risos]. As duas se dão muito bem, a Mel está comandando e a Lua aceitou a liderança. As duas estão felizes”, completou.

Leia também: Cãozinho assustado com barulho de fogos de artifício busca refúgio em casa de desconhecidos

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS