A norte-americana Andrea Bock estava dirigindo por uma rodovia de Clam Gulch, no Alasca, quando o fluxo de trânsito parou subitamente.

Uma mamãe alce e seu filhote tentavam atravessar a rodovia, mas o filhote exausto lutava para passar por uma barreira de metal. O alce estava ficando ansioso – e o tráfego estava se acumulando na estrada movimentada.

Leia também: Trigêmeas de 35 anos engravidam ao mesmo tempo nos EUA: ‘Oportunidade para sermos mais unidas’

Bock ficou sentada em seu carro por cerca de 20 minutos, observando o filhote tentar encontrar o fim da barreira. “O filhote chegava perto do fim da barreira, mas toda vez que a mãe o trazia de volta ao centro, mais longe ele ficava do fim”, disse Bock.

“Acho que a razão pela qual a mãe continuava a trazê-lo de volta ao centro era porque era a seção onde não havia carros.”

Joe Tate também ficou preso em seu carro a caminho de casa depois de uma pescaria com seus amigos. Ele também viu o drama se desenrolar e decidiu agir para reunir a família.

Bock não conseguia acreditar no que ela estava vendo.

“Depois de quase 30 minutos de ritmo frenético para frente e para trás e a linha de tráfego crescendo mais e mais a cada minuto, um senhor da pista norte de tráfego veio e deu alguma ajuda ao bezerro”, disse Bock.

“Ele esperou o momento certo em que a mãe estava do outro lado da rodovia. O tráfego bloqueou sua visão quando ele rapidamente agarrou o bezerro e o colocou sobre a barreira com sua mãe. “

Leia também: Baby, a filhote de onça-pintada que parece uma mini-pantera negra nascida em santuário na Inglaterra

Um alce estressado pode ser muito perigoso para os humanos, especialmente quando estão com seus filhotes. Se uma mãe alce se sentir ameaçada, ela pode atacar, pisar ou chutar para proteger seus bebês – portanto, é melhor manter uma distância segura.

Embora nunca seja uma boa ideia interferir na vida selvagem, esta situação exige uma ação rápida.

Felizmente, Tate e seus amigos elaboraram um plano para distrair a mãe dirigindo um trailer na frente dela.

“Na época, eu não sabia que os amigos haviam elaborado um plano para bloquear a visão da mãe, então estava nervosa pelo cara”, disse Bock. “Eu pensei que ele estava apenas esperando que a mãe ficasse fora de vista por tempo suficiente para que ele pegasse seu bebê.”

Quando Tate se aproximou do bezerro, o animalzinho ficou grato pela ajuda. “O bezerro parecia tão cansado que praticamente caiu em seus braços”, disse Bock. “Foi muito legal.”

Graças a Tate, o bezerro voltou para sua mãe e a pequena família cruzou o caminho para a segurança. “ Poderia ter dado errado e eu entendo e sei disso”, disse Tate à KTUU . “Mas deu certo e valeu a pena o risco que corri.”

Fonte: Curiosando Impara

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS