De acordo com uma investigação policial do País de Gales, no Reino Unido, um rapaz de 29 anos teve uma overdose de cafeína e faleceu após tomar o equivalente a 200 doses de café em janeiro do ano passado.

Em entrevista ao portal The Independent, o médico legista responsável, John Gittins, disse que chegou à conclusão da causa de sua morte após uma série de exames laboratoriais e exortou as pessoas a maneirarem no consumo da bebida.

Além do tradicional cafezinho, muitas pessoas consomem cafeína antes de irem à academia, de modo a aumentarem o desempenho do treino. No entanto, os especialistas alertam que, ao tomar suplementos em pó, existe o risco de consumir acima da quantidade recomendada, aumentando os riscos de overdose.

Leia também: “Deixamos o papai em Kiev para ele ajudar o Exército”, diz menino ucraniano em vídeo viral

No inquérito judicial disponibilizado online, Mansfield começou “a apertar o peito e reclamar que seu coração estava batendo rápido” depois de consumir o produto – principal sintoma da overdose.

Pouco depois, já deitado, ele começou a espumar pela boca. Sua esposa Suzannah pediu ajuda a vizinhos e familiares e chamou uma ambulância.

Era tarde demais: após 45 minutos tentando reanimá-lo, Mansfield foi dado como morto.

Descobriu-se posteriormente que o britânico usou uma balança para pesar o pó, que tinha uma faixa de pesagem de 2 a 5.000 gramas, enquanto ele estava tentando pesar uma dose recomendada de 60-300mg. Esse erro de cálculo foi fatal.

Leia também: “Orgulhoso de você”: Jovem grava momento em que conta ao pai agricultor que passou em medicina [VIDEO]

Fonte: g1

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS