Em agosto do ano passado, a australiana Brie Duval, 25, sofreu uma queda grave que a deixou em coma.

A jovem teve  traumatismo cranioencefálico (TCE) após cair em um estacionamento onde havia uma obra em andamento. O local estava escuro, fazendo com que Brie não fosse capaz de ver a sinalização que indicava que uma das paredes do local não estava terminada.

Além da lesão cerebral, Brie foi encontrada com inúmeras fraturas em seu corpo, sendo levada ao Hospital da Universidade de Alberta.

A australiana ficou 3 meses em coma, ao acordar, apresentava sinais claros de amnésia, sendo necessário que sua internação durasse mais dois meses.

Conforme Brie foi recuperando sua memória, foi lhe dado acesso a seu celular, e quando conferiu suas mensagens, descobriu que seu noivo, com quem tinha quatro anos de relacionamento, e até então morava com ela, havia arranjado outra namorada e se mudado para a casa dela.

“O único contato que consegui foi da nova namorada dele. Ela me mandou uma mensagem dizendo que estava insegura e fez ele me bloquear em tudo…”

Brie afirmou que a atitude do ex-noivo impactou sua confiança nas pessoas de forma geral e, principalmente, nas que são mais próximas dela.

“Ainda estou tão incrivelmente magoada pelas ações dele. Não tenho nenhuma razão ou conclusão sobre por que ele fez o que fez. Me sinto tão magoada que não consigo explicar a profundidade da dor que ele me causou. Fiquei incrivelmente surpresa. Éramos melhores amigos, por anos. Eu nunca pensei em um milhão de anos que isso aconteceria. Especialmente em um momento tão terrível da minha vida. Eu pensei que ele era minha alma gêmea, mas pensei errado”, contou Brie ao jornal britânico Daily Mail.

Atualmente, ela tem usado sua conta no TikTok, no perfil @hotcomagirl, onde acumula cerca de 14,5 mil seguidores, para nos contar sua experiência de quase morte.

O primeiro vídeo da jovem já obteve mais de 170 mil visualizações.

“Decidi falar como uma maneira de expressar meus sentimentos reprimidos. Eu nunca pensei que fazer um simples vídeo de 30 segundos teria tanto impacto como teve. Estou feliz que agora posso espalhar a conscientização sobre lesões cerebrais traumáticas e as consequências que se seguem. Não é apenas uma lesão temporária, mas uma lesão vitalícia que afetará minha saúde física e mental pelo resto da minha vida.” Afirma Brie

Leia também: ‘Não foi o que pedi’, diz Nathalia Valente ao mostrar sua nova tatuagem aos prantos para seguidores

“O custo emocional de estar tão perto da morte me impactou de maneira positiva. Agora sou muito grata pelas pequenas coisas da vida que eu considerava garantidas e tenho muito mais apreço pela vida. Minha experiência me ensinou que a vida é tão frágil e curta. Agora quero aproveitar ao máximo a minha vida e enchê-la com o máximo de memórias que puder. Meu único objetivo na vida não tem nada a ver com valor monetário, mas com felicidade genuína.”

O acidente ocorreu em uma época em que os casos de Covid-19 estavam em alta, fazendo com que viagens internacionais fossem interrompidas, deixando a jovem longe de seus pais que vivem na Austrália.

Brie teve que contar com ajuda de uma campanha de financiamento coletivo, onde foram arrecadados aproximadamente R$ 160 mil reais para que conseguisse retornar ao seu país de origem.

“Felizmente, eu tinha a melhor equipe de suporte do Canadá e eles faziam FaceTime com meus pais em todas as reuniões e compromissos para mantê-los envolvidos. Eu nunca serei capaz de agradecer o suficiente às pessoas na minha vida” Conta Brie ao Daily Mail.

A australiana conta que à recuperação após o coma, tem ido bem, e que tem retomado as atividades do dia-dia aos poucos.

A jovem conta que já pode se alimentar e se locomover sozinha, deixando o andador e cadeira de rodas de lado.

“Ainda tenho dormência da cintura para baixo, mas adaptei meu estilo de caminhada para poder andar novamente. Estou tirando uma folga do trabalho para estar na Austrália para me recuperar com meus entes queridos. A recuperação levará algum tempo, mas espero voltar a trabalhar no próximo ano”.

Leia também: Multimilionário divide toda sua herança para instituições de caridade nos EUA

Fonte: O Globo

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS